segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

“Maranhão lidera ranking nacional graças a trabalho conjunto”, diz Flávio Dino ao premiar servidores

 
No auditório lotado e com muitas palmas e comemorações, servidores do Governo do Maranhão receberam nesta segunda-feira (22), no Palácio Henrique de La Roque, o “justo reconhecimento pelos trabalhos que têm feito a diferença para o povo do Maranhão”, afirmou o governador Flávio Dino.
Com o prêmio Todos Nós Somos Número 1, 16 servidores foram homenageados pelo governador. Eles representaram os funcionários que tem colaborado com a execução de programas de governo, o que garantiu ao Estado o primeiro lugar no ranking usando dados do portal G1, do Grupo Globo.
Os dados reconhecem o Maranhão como o Estado com governo que mais cumpriu propostas de campanha. Flávio Dino já cumpriu ou está cumprindo 92% dos compromissos. Ele também aparece no topo de uma lista com governadores, prefeitos de capital, presidente da República e ex-governantes. São 60 políticos no total.
“O mais importante é nós termos essa compreensão de que o resultado tão expressivo, que coloca o nosso governo como um dos mais eficientes do Brasil, é resultado de um trabalho conjunto, o sentido principal desse evento é o da partilha e da gratidão”, destacou o governador.
Reconhecimento
 
Há nove anos na Polícia Civil, o Superintendente de Investigações Criminais, Thiago Bardal, nunca tinha recebido um título de reconhecimento pelo seu trabalho. Para ele, que levou a esposa para acompanhá-lo, a homenagem também se estende a outros servidores.
“Isso é muito importante não só para mim, mas para toda uma equipe que está por trás e é o reconhecimento do Governo do Estado para o servidor público, que é o coração, é o que movimenta toda a máquina”, afirmou o delegado.
Maria Raimunda Oliveira é superintendente de Manutenção de Obras Rodoviárias da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). Ela também destacou a equipe existente para o sucesso do trabalho e falou dos desafios de suprir as históricas necessidades da população.
“Estou muito feliz, há uma equipe grande por trás, técnicos, engenheiros que não negam nossos pedidos e nesse momento a gente vê o reconhecimento desse trabalho que lida diretamente com a população, que tenta sempre agradar e resolver os problemas nas estradas para as pessoas”, comentou.
Confira a lista dos homenageados:
Audeglan Sousa Guimarães – Programa Sim, Eu Posso! (Seduc)
Auro Astério Azevedo Pereira – Aumento de vagas sistema penintenciário (Seap)
Bruno Eduardo Oliveira – Ampliação Rede de Hospitai Macrorregionais (Ses)
Fábio Aurélio do Nascimento Costa – Destaque em Robótica (Iema)
Francisco Júlio Rayol – Criação Secretaria de Transparência e Controle (stc)
Henrique Luiz Tavares Chaves – Pela ampliação do Viva/Procon
Jomar Fernandes Pereira Filho – Pelos incentivos fiscais concedidos aos empresários pela Sefaz
Maria Raimunda de Fátima Santos Oliveira – Pelo Programa Mais Asfalto (Sinfra)
Maria da Guia Taveiro Silva – Pela criação da UemaSul
Nazeldo Pereira Cruz – Pela criação do Programa Escola Digna (Seduc)
Salomão Wanderley Abreu dos Santos – Pela ampliação do número de Policiais Militares
Samuel Vieira Rodrigues Dumond – Pela Força Estadual de Saúde – FESMA
Suellen Correia Arruda – Pelo programa Mais IDH (SAF)
Taisa Dias Chaves – Pelo Restaurante popular (Sedes)
Thiago Bardal – Pelo aparelhamento da Polícia Civil (SSP)
Valéria Ferreira Pereira Souza – Pelo Programa Ninar (SES)

Vereador Cézar Bombeiro é contrário ao reajuste das tarifas nos coletivos

O vereador Cézar Bombeiro manifestou-se preocupado com a situação de milhares de famílias de São Luís, que desde hoje (22), estão pagando um transporte coletivo mais caro e com reajustes diferenciados que variam entre 6,45% e 22%, o que precisa ser esclarecido e que pode perfeitamente ser questionado pelo Ministério Público e pelo Procon. O argumento de que o reajuste faz parte da concorrência pública dos transportes coletivos de 2016, nos remete ao questionamento de que os empresários não fazem a sua parte, relata o vereador.

O transporte coletivo continua deficiente e bem precário. Os vícios de favorecimento de empresários com setores da cidade foram mantidos; as viagens são bastante demoradas, o número de coletivos não satisfaz a demanda; as constantes panes mecânicas que deixam trabalhadores em ruas e avenidas da cidade; não há a livre concorrência o que escraviza a população que fica a mercê dos interesses e boa vontade dos empresários, além de que são cada vez mais frequentes muitos coletivos que não passam por limpeza e com o inverno em alguns entra água pelas janelas e portas, o que caracteriza uma alta deficiência do serviço de fiscalização municipal, diz Cézar Bombeiro.

Mesmo com as constantes denuncias de usuários, feitas diariamente, através da mídia, não há uma fiscalização para a retirada de circulação dos coletivos depreciados, o que enseja a que a população continue sendo tripudiada em seus direitos. Infelizmente, os empresários são aliados de gestores públicos, o que tende o favorecimento das suas pretensões, mas não se pode de maneira alguma penalizar a população sofrida em um momento sério de crise, em que os governos municipal e estadual excluem os servidores públicos de reajustes salariais, lamenta o vereador do PSD.

Cézar Bombeiro registra que o salário mínimo que era de R$ 937,00 passou no dia primeiro deste mês para R$ 954,00 com o reajuste insignificante de R$ 17,00, o correspondente a 1,88%. O trabalhador e o servidor público vão receber o mísero reajuste no inicio de fevereiro, mas já estão pagando os novos valores das passagens dos transportes coletivos, com as mesmas deficiências.

Com o reinicio dos trabalhados da Câmara Municipal, vou pedir aos colegas um debate sobre a questão de direitos e deveres que constam da concorrência pública para que possamos estabelecer o cumprimento das regras com a responsabilização dos infratores.

Secretaria de Meio Ambiente realiza fiscalização durante o período de defeso do caranguejo e camarão

O período de defeso iniciou no mês de janeiro. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), junto ao Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA),  realizam fiscalizações para combater a pesca, transporte e comércio irregular e ilegal dos crustáceos. Quem for flagrado capturando ou comercializando o animal sofrerá as penalidades cabíveis. “O defeso compreende o período reprodutivo das espécies, por esse motivo, fica vedado o transporte, a estocagem, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização de qualquer volume das espécies proibidas, que não seja oriundo do estoque declarado pelo IBAMA”, explicou o Secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho.
Na semana passada, a SEMA vistoriou bares, restaurantes, feiras e mercados de São Luís, apreendendo em média dois mil caranguejos vivos, 15 quilos de carne de caranguejo e mais de 100 quilos de camarão. Todas as pessoas físicas e jurídicas flagradas cometendo infração ambiental foram multadas.
Após as apreensões e emissão dos autos de infração foi realizada a soltura dos animais nos manguezais próximos a ilha. A carne do caranguejo e camarão foi doada para o Programa Mesa Brasil do SESC.
De acordo com o Engenheiro de Pesca da SEMA, Marcos Gaia, esse período é importante para preservar a espécie. “É muito importante que as pessoas físicas ou jurídicas que fazem a comercialização, que fazem a apanha, a coleta ou transporte desse produto, respeitem o período, porque é um período de reprodução. Respeitar esse período é a garantia da sustentabilidade dos recursos pesqueiros”, destacou.
Caranguejo Uçá
O período da proibição da pesca iniciou no dia 1° de janeiro no estado e irá até 23 de março, restando, ainda, as seguintes datas: 17 a 22 de janeiro; 1º a 6 de fevereiro; 16 a 21 de fevereiro; 2 a 7 de março; 18 a 23 de março.
Camarão O período de defeso iniciou no dia 1° de janeiro e se estende até o dia 30 de abril. Porém, de acordo com a portaria do Ministério do Meio Ambiente e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, devido às especificidades do litoral do Maranhão e das reentrâncias maranhenses, o defeso se estenderá até 31 de maio. No litoral maranhense, podemos encontrar três espécies de camarões: branco (Litopenaeus schmitti), rosa (Farfantepenaeus subtilis e Farfantepenaeus brasiliensis) e sete barbas (Xiphopenaeus kroyeri).

Sebrae e prefeitura de Guimarães articulam ações para o ano de 2018

Á esquerda, o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, entregando o Diagnóstico do Estudo do Turismo Religioso no Litoral Ocidental, ao Vice-Prefeito de Guimarães, Osvaldo Gomes, junto com a gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes e o analista técnico, Fernando Diniz. 
O encontro contou com a presença do diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e teve como objetivo discutir ações estratégicas para a região.
 
Cumprindo agenda de trabalho na região do Litoral Ocidental, o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, esteve no último dia 19, na cidade de Guimarães. O gestor esteve no município juntamente com a equipe técnica da unidade regional do Sebrae em Pinheiro, composta pela gerente regional, Graça Fernandes e o analista técnico, Fernando Diniz, reunidos com o vice-prefeito de Guimarães, Osvaldo Gomes. O objetivo da visita foi articular junto a prefeitura municipal de Guimarães ações estratégicas para potencializar o turismo na região neste ano.
Na ocasião, o superintendente destacou as ações que o Sebrae realizou no ano de 2017 no município e os resultados obtidos em benefício da regionalização turística de Guimarães. Dessa forma, a proposta de Martins é ampliar as programações promovidas e modernizar outras ações para a dinamização da economia local.
Também fez parte da pauta da reunião, ações de mapeamento da rota turística de Guimarães, levando em consideração a história cultural da cidade e seus aspectos socioculturais, além iniciar as discussões para articulações junto ao IPHAN, visando um planejamento para o tombamento de imóveis públicos antigos, com o objetivo de preservar a memória arquitetônica da localidade, para que assim seja fomentado o turismo histórico local.
“Ações de intervenção para a melhoria do município é um dos trabalhos do Sebrae e a cidade de Guimarães precisa desse movimento, para que a região seja vista no aspecto mais forte dela, que é o turismo. Nós, enquanto instituição, vislumbramos o local com um forte aporte turístico e dessa forma estamos dispostos a usar nossa técnica de trabalhar com projetos de melhorias e com uma gestão de qualidade para valorizar o que a cidade produz o que pode ser potencializado”, pontuou Martins.
Sobre o resultado do encontro, o vice-prefeito do município, Osvaldo Gomes, avaliou com boas expectativas a reunião de planejamento e considera que as ações organizadas irão movimentar o maior potencial de Guimarães. “O Sebrae mais uma vez na sua maneira de trabalhar gestão como um todo, nos mostrou que podemos ampliar o que temos, com muito mais gás e disposição, aproveitando os potenciais que a nossa região oferece para o turismo. Iremos então, oxigenar o que possuímos por natureza e cuidar do que temos de forma que seja visto e valorizado”, ressaltou Gomes.
 
ESTUDOS
Ao final da reunião, o diretor superintendente João Martins e a equipe regional do Sebrae em Pinheiro, entregou ao vice-prefeito de Guimarães, o Diagnóstico do Estudo do Turismo Religioso no Litoral Ocidenta e a Proposta de Roteirização Turística do Polo da Floresta dos Guarás, onde foram estudados quatro municípios, dentre eles Guimarães.
Os estudos apresentam resultados dos trabalhos desenvolvidos pelo Sebrae, por intermédio do Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial (DET) do Litoral Ocidental, hoje desenvolvido por meio da Unidade Regional de Pinheiro.
 
Diagnóstico - De acordo com o Diagnóstico do Estudo do Turismo Religioso no Litoral Ocidental, o turismo religioso no Maranhão, se manifesta pelas festividades religiosas que acontecem nas pequenas cidades do interior do estado e que ainda resistem em razão da manifestação de fé dos seus devotos, que mantêm tradições com o pagamento de promessas, ladainhas, novenas, procissões, romarias, levantamento de mastros, entre outras homenagens aos seus santos padroeiros.
Uma das principais festas identificadas pelo estudo do Sebrae no Maranhão é o festejo de São Sebastião, que acontece entre 10 e 27 de janeiro em oito dos 12 municípios do Litoral Ocidental. O festejo movimenta a economia da região nesse período dado ao volume de fiéis que vão à região participar dos festejos.
“Sabemos que esta festa religiosa acontece em diversos municípios maranhenses a exemplo de Carutapera, localizado na Amazônia Ocidental. Mas os festejos de São Sebastião no Litoral Ocidental, este ano, estimamos que deverá atrair pelos menos 50 caravanas que virão de Belém e de São Luís para participarem deste festejo em Alcântara, Peri Mirim, Bacuri, Cururupu, Porto Rico do Maranhão, Apicum Açu e Guimarães, o que vai movimentar todo o mercado local, desde os meios de hospedagem, os restaurantes e comércio”, explicou Martins.
Em alguns casos, como em Bacuri, no período em que há festas religiosas, a ocupação dos meios de hospedagem chega a ser de 100%. “Resultados como este e a riqueza do acervo natural, material e imaterial, nos mostrou que o território possui viabilidade para a estruturação de um roteiro turístico religioso, justificado pelo potencial de atratividade, pelo fluxo de pessoas que são atraídas pelos 33 atrativos turísticos e 21 festejos que mapeamos no Litoral Ocidental”, concluiu Martins.
 
Roteirização - Em relação à Proposta de Roteirização Turística do Polo da Floresta dos Guarás, onde foram estudados quatro municípios – Guimarães, Porto Rico do Maranhão, Cururupu e Bequimão – foram identificados e avaliados 23 atrativos turísticos, entre atrativos naturais e culturais.
Dentre os atrativos mapeados no estudo, os destaques foram a Ilha dos Lençóis e o Parque Estadual Manoel Luís. O primeiro por ser um santuário sócio ambiental que possui belezas naturais, um acervo do imaginário popular – ligado ao Sebastianismo – com lendas que podem despertar grande interesse turístico no mundo, enquanto o segundo é o maior parque de corais da América Latina.
“O estudo apontou que o maior potencial está em ecoturismo e turismo cultural, mas há trabalhos para serem feitos em governança e em infraestrutura, para aumentar o potencial de exploração sustentável dessa riqueza e o Sebrae no Maranhão orientará seu trabalho no sentido de criar condições para que os pequenos negócios ligados a cadeia de valor do turismo possam prosperar e para as prefeituras poderem criar uma ambiência para isso acontecer de uma forma sustentável e duradoura”, finalizou o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão. 

Ações do Governo do Estado contribuem para fortalecimento da cadeia do arroz

Ao longo destes três anos, os avanços na produção do Estado tem sido cada vez mais perceptíveis. Dentro do programa Mais Produção, na cadeia produtiva do arroz, por exemplo, os agricultores assistidos pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) desde o início dos trabalhos desenvolvidos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar)já apresentam aumento nos números de lucro e produtividade.
“A minha vida mudou depois deste programa, pois antes desse acompanhamento técnico, as coisas eram bem difíceis, teve ano quem nem conseguimos colher e através das técnicas que eles nos passaram, nós conseguimos melhorar e até aumentar nossa produção. Realmente foi um diferencial nas nossas vidas.” Afirmou a produtora Eva Gonçalves de Pedreiras.
Com 250 propriedades assistidas nos municípios de Arari, Codó, Chapadinha, Viana, Matinha, Mata Roma, Vitória do Mearim, Pedreiras, Matões do Norte, Trizidela do Vale, São Mateus, Anajatuba e Peritoró, o programa vem prestando assistência técnica e gerencial aos produtores, além das entregas de equipamentos, sementes e demais insumos, contribuindo para o aumento de 85% de lucro e 33% no aumento da produtividade por hectare. Além disso, o Programa Mais Sementes vem possibilitando aos produtores o recebimento de sementes de qualidade no período certo do plantio.
O produtor Carlos Alberto de Sousa, de Mata Roma, ressaltou que “Os técnicos da SAGRIMA e do SENAR vem nos orientando e nos dando todas as instruções necessárias para melhorar nosso plantio, porque antigamente nós trabalhávamos noite e dia e não tínhamos nenhum tipo de lucro, nem melhoria na produção, agora não, as coisas mudaram e melhoraram. É realmente muito importante para nós este acompanhamento técnico.”
A assistência técnica e gerencial é um diferencial pois grande parte dos produtores vinham realizando suas produções sem qualquer tipo de acompanhamento e por muitas vezes produzindo da forma incorreta, tendo prejuízos ao invés de lucros. 
De acordo com o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Luiz Figueiredo “O trabalho que vem sendo desenvolvido é diferenciado e eficiente pois proporciona a melhoria no processo produtivo e ganhos também com relação a rentabilidade financeira, focando principalmente na melhoria da produção, na rentabilidade da propriedade e na otimização do lucro. Os resultados já podem ser percebidos em várias cadeias produtivas, inclusive na cadeia do arroz.” 
O secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, ressaltou que, “Nós escolhemos os territórios de acordo com suas características para o incentivo da produção de cada tipo de arroz, entregamos patrulhas agrícolas com plantadeiras exatamente para fomentar, orientar e tecnificar principalmente o pequeno produtor que tinha dificuldades para produzir.  Já começamos a ver os resultados positivos já acontecendo, este ano vamos entregar novos equipamentos e novas máquinas para podermos ajudar e ampliar cada vez mais a produção.”
 
Crescimento na Produção de Grãos
O Maranhão segue na contramão nacional, tendo uma previsão de crescimento na produção de grãos estimado em 3,8%. O governo do Estado, tem proporcionado condições favoráveis aos produtores, como incentivos fiscais, que por meio do Decreto33.110/2017 assinado pelo governador ano passado, que reduziu de 12% para 2% o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para operações realizadas por produtores de soja, milho, milheto, arroz e sorgo. Além das melhorias de estradas e dos programa que visam o fortalecimento da agricultura no Estado.

Nova diretoria da FMB realiza Assembleia Geral

Com o objetivo de fortalecer o basquete no Maranhão, a nova diretoria da Federação Maranhense de Basquetebol (FMB) promoveu uma Assembleia Geral Ordinária com a participação dos representantes dos clubes filiados na entidade. O encontro foi realizado na semana passada no Praia Mar Hotel e foi considerado bastante positivo pelos novos integrantes da FMB.
 
Um dos assuntos discutidos durante a Assembleia Geral foi o calendário 2018 do basquete maranhense. Para isso, foi pensado em um ano cheio de torneios, tanto na capital quanto no interior do Estado. A nova diretoria da FMB pretende promover 20 competições durante o ano em todas as categorias. As disputas serão no masculino e no feminino.
 
Ao explicar a forma com que a FMB irá trabalhar para fortalecer a modalidade no Maranhão, o presidente da entidade, Rubem Goulart Filho, disse que pretende profissionalizar a entidade. Segundo o dirigente, este é o primeiro passo para que o planejamento para 2018 seja posto em prática. “Se o objetivo é profissionalizar a federação, nós temos que criar meios para isso” afirmou o presidente.
 
Defendendo a transparência em suas ações, a FMB apresentou a nova composição de sua diretoria. A entidade deixou claro que conta com profissionais qualificados para coordenar e organizar cada evento proposto no calendário 2018. Inclusive, a FMB terá uma coordenação específica para fomentar o esporte no interior do estado, que será comandada pelo professor Alesson Belo.
 
“O basquete maranhense não pode acontecer somente em São Luís. Nossa missão é difundir o esporte em outras cidades para que possamos revelar novos talentos e fortalecer nossos campeonatos”, disse Belo.   
 
Além disso, outro assunto debatido durante a Assembleia Geral diz respeito às taxas. Para se estruturar, a FMB defendeu que precisa que seus clubes e atletas estejam com a situação financeira em dia junto à entidade. Além das taxas, a FMB propôs algumas alternativas para arrecadar receitas, o que possibilitará a realização das atividades em 2018.
 
NOVA COMPOSIÇÃO DA FMB
Presidente: Rubem Goulart Filho
Vice-presidente: João de Sousa (Espirro)
Diretor técnico: Alex Serra
Coordenação de Eventos: Hermílio Nina
Coordenação de Arbitragem: Tito Itapary
Coordenação do Basquete Masculino: Daniel de Almeida
Coordenação do Basquete Feminino: Paulo Ribeiro
Coordenação do Basquete Master Feminino: Carmem Veras
Coordenação do Basquete Master Masculino: Eduardo Macieira
Coordenação do Basquete no Interior: Alesson Belo

A história é um profeta com o olhar voltado para trás: pelo que foi, e contra o que foi, anuncia o que será.

Vivemos um momento delicado da nossa história, onde mais uma vez a democracia em nosso pais é colocada em perigo iminente. O Brasil todo está em estado de alerta por causa de um suposto e injusto julgamento contra Luís Inácio Lula da Silva, (PT),  que foi o maior presidente da história que  o Brasil já teve. A história sempre se repete, no mesmo estado onde surgiu a rede da legalidade, o Rio Grande do Sul.

Rede da legalidade. relembrando um pouco a nossa história recente:
Em 25 de agosto de 1961, Jânio Quadros havia renunciado ao cargo, enquanto João Goulart, vice-presidente, estava em visita à China. O Brasil viveu momentos de instabilidade nunca vista desde 1954. Os militares, sob influência direta dos Estados Unidos, que temiam ver no Brasil um governo de linha popular-esquerdista - como em Cuba - impediram o vice-presidente de assumir o cargo como mandava a lei.
Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul, inicia então um movimento de resistência, pregando a legalidade, ou seja, a posse de Jango (como João Goulart ficou conhecido). Brizola falava ao povo pela rádio Guaíba e iniciou o movimento denominado a rede da legalidade. Os discursos de Brizola eram transmitidos a partir de um estúdio montado no porão do palácio, sob orientação do engenheiro Homero Simon, que cuidou para que rádios do interior retransmitiessem a programação. Em ondas curtas, a legalidade alcançava ouvintes em outros estados. Hoje a história é um pouco diferente, Luís Inácio Lula da Silva é acusado por ilações ou seja suposições. A rede da legalidade é travada pelas redes sociais (internet), tipo estilingue daquela época. O movimento começou com o golpe travado pela Rede Globo, Fiesp, PSDB, PMDB, Sarney e icautos sob forte influencia dos Estados Unidos representando o grande capital privado. Que de forma covarde tiraram a presidente Dilma, eleita pelo voto do povo brasileiro. Ferindo de forma viu a nossa democracia e rasgando a Constituição Brasileira. Tenho uma leve impressão que ganharemos essa guerra pelo simples fato  de que o povo unido é mais forte. A história nos absorverá e voltaremos a ter liberdade e democracia em nosso país.

Nenhum governo faz tantas inaugurações como o do Maranhão, diz Flávio Dino

O governador Flávio Dino afirmou nesta segunda-feira (22) que há uma série de obras e investimentos a serem entregues nos próximos meses. “Vamos ter muitas entregas. Neste comecinho de ano já mostramos isso. Nenhum governo no país todo fez tantas inaugurações em janeiro como o Governo do Maranhão”, disse em entrevista ao telejornal Bom Dia Maranhão, da TV Difusora.
“Vamos ter a conclusão desses programas que implantamos desde o início da gestão: centenas de Escolas Dignas, Plano Mais IDH, sistemas de água, alguns novos hospitais – o próximo será o de Chapadinha – e teremos algumas obras novas começando, de modo que temos muita coisa boa aí pela frente”, afirmou Flávio.
O governador afirmou que o Dia D do Plano Mais IDH nesse último fim de semana – que fez mais de 200 entregas – sintetiza o ritmo de entregas feitas pelo Estado. O programa atende as 30 cidades com os índices sociais mais negativos do Maranhão.
“São municípios historicamente abandonados no Maranhão. O Mais IDH traz resultados bem vistosos. Por exemplo, temos programas de apoio à produção, casas, sistema de água, Escola Digna, a Fesma (Força Estadual de Saúde do Maranhão) já atendeu mais de 700 mil pessoas. São resultados muito eloquentes de um novo momento em que se prioriza de verdade aqueles que eram tradicionalmente esquecidos”, afirmou durante a entrevista.
Amplas mudanças
Flávio acrescentou que foram feitas mudanças profundas em todas as áreas, incluindo a Saúde: “Temos hospitais que antes não existiam. O hospital não é feito apenas de tijolo e telhado, mas sobretudo dos equipamentos, dos profissionais, de abrir a porta. Quem fez isso fomos nós”.
“É preciso ter continuidade para que possamos evoluir ainda mais”, disse.
Flávio ainda afirmou que, nestes três anos de governo, vêm sendo combatidos desigualdades e problemas históricos do Maranhão. “Temos que olhar a realidade para transformá-la , temos o dever de compartilhar com todos que nos assistem aquilo que encontramos.”

Sampaio Basquete volta à quadra nesta terça-feira pela LBF CAIXA


O início da atual temporada da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) tem sido muito bom  para a equipe do Sampaio Basquete. O time maranhense, que tem o patrocínio da Cemar por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do governo do Estado, venceu os seus dois primeiros compromissos na competição nacional e, nesta terça-feira (23), volta ao Ginásio Castelinho, em São Luís, em busca do terceiro triunfo consecutivo. O Sampaio Basquete receberá o Vera Cruz Campinas às 19h (horário local) em duelo que vale a liderança da LBF CAIXA 2018. A entrada é gratuita.

As comandadas do técnico francês Virgil Lopez estão em um excelente monto na competição. Apesar do pouco tempo de preparação, o Sampaio Basquete mostrou nas duas primeiras rodadas da LBF CAIXA que possui um elenco forte e que brigará para chegar aos playoffs do torneio.

Para continuar no caminho das vitórias, o time maranhense conta com o apoio do torcedor tricolor para lotar o Ginásio Castelinho nesta terça-feira. O apoio da torcida é muito importante neste momento, principalmente porque o Sampaio Basquete irá enfrentar uma equipe experiente, que joga junto há bastante tempo e era a base do Corinthians Americana, atual campeão da LBF CAIXA.

“Vai ser um jogo muito difícil porque as meninas do Vera Cruz Campinas sabem jogar e jogam juntas há muito tempo e isso é uma coisa bem difícil de alcançar no basquete. Nós temos só três semanas e meia de trabalho e o que vai nos fazer encorpar é trabalhar mais, mas não temos esse tempo. Somente depois do terceiro jogo é que vamos ter um tempo de trabalho maior para poder nos encorpar mais”, analisou o técnico Virgil Lopez.

Início animador

Comandado pela armadora norte-americana Briahanna Jackson, o Sampaio Basquete começou a atual temporada da LBF CAIXA de forma bastante animadora. Após vencer o Uninassau Basquete por 87 a 73, o time maranhense superou o Funvic/Ituano por 71 a 54. 

A evolução da equipe tricolor dentro de quadra é visível pelo placar. Da partida de estreia para o jogo seguinte, a defesa do Sampaio Basquete melhorou e, o time soube aproveitar esse crescimento para se impor no jogo do último domingo (21).  

“Foi um ótimo trabalho em equipe. Nossa defesa não havia sido muito boa no primeiro jogo, então focamos mais nisso e acredito que demos conta do recado. O entrosamento do time está ficando melhor. Estou muito orgulhosa”, disse Briahanna Jackson.

Vera Cruz Campinas

A partida desta terça-feira contra o Vera Cruz Campinas tem tudo para ser a mais difícil do Sampaio Basquete até agora nesta temporada. Além de ser formada pela base do Corinthians Americana – atual campeão da LBF CAIXA, o time de Campinas está invicto na edição deste ano do torneio nacional assim com o time maranhense.

Na última rodada, inclusive, o Vera Cruz Campinas foi até Recife e derrotou o Uninassau Basquete por 60 a 53. Na estreia, o time paulista já havia vencido o Funvic/Ituano por 80 a 51.

“Foi uma vitória importante. Sabemos que jogos na casa do adversário muitas vezes são mais difíceis, mas conseguimos fazer nossa parte. Agora é descansar, porque temos mais um jogo contra um adversário que tem jogadoras de qualidade”, analisou Ariadna, ala do Vera Cruz Campinas.

LBF CAIXA 2018

A primeira fase da LBF CAIXA 2018 terá 18 rodadas em dois turnos para definir os classificados às quartas de final. Na primeira etapa dos playoffs, os jogos serão decididos em até três confrontos, assim como nas semifinais. A grande decisão, por sua vez, terá série “melhor de cinco”.

JOGOS DO SAMPAIO BASQUETE
16.1 – Sampaio Basquete 87 x 73 Uninassau Basquete
21.1 – Sampaio Basquete 71 x 54 Funvic/Ituano
23.1 – Sampaio Basquete x Vera Cruz Campinas (19h)
15.2 – Presidente Venceslau x Sampaio Basquete (21h)
17.2 – Poty/BAX/Catanduva x Sampaio Basquete (17h)
23.2 – Blumenau x Sampaio Basquete (20h)
2.3 – Sampaio Basquete x SBC/Brazolin Unip (19h)
4.3 – Sampaio Basquete x Santo André/Apaba (10h)
11.3 – Sampaio Basquete x Blumenau (10h)
23.3 – Sampaio Basquete x Poty/BAX/Catanduva (21h)
25.3 – Sampaio Basquete x Presidente Venceslau (10h)
2.4 – Uninassau Basquete x Sampaio Basquete (21h)
12.4 – Funvic/Ituano x Sampaio Basquete (19h)
14.4 – Vera Cruz Campinas x Sampaio Basquete (19h)
20.4 – SBC/Brazolin Unip x Sampaio Basquete (19h)
22.4 – Santo André/Apaba x Sampaio Basquete (18h)
 

Abertas inscrições para o curso de Agronegócio do Senar

 
Seguem abertas, até o dia 9 de fevereiro, as inscrições para o curso técnico de nível médio em Agronegócio, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em parceria com o MEC, na modalidade à distância (80% online e 20% presencial), com um total de carga horária de 1.230 horas e  duração total de 4 semestres (2 anos).
 
O Senar oferece mais de 3 mil vagas em todo o Brasil. Totalmente gratuito, esse curso é fruto da parceria com os Ministérios da Educação (MEC) e da Agricultura e Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
O processo de seleção será online por meio de análise curricular. No ato da inscrição, o candidato deverá anexar o histórico escolar e indicar o polo de ensino para participar das aulas presenciais.
 
No Maranhão, o Senar oferece neste primeiro semestre, 160 vagas, distribuídas nos municípios de Balsas (30), Caxias (20), Chapadinha (30), Colinas (30), Imperatriz (30), e Açailândia (20) - regiões consideradas de maior vocação para o agronegócio no estado. São parceiros do Senar nessa empreitada, sindicatos rurais patronais e prefeituras municipais.
 
A implantação do curso no Maranhão ocorreu desde 2015, nos municípios de Chapadinha, Colinas e Balsas, tendo formado no final de 2017 quarenta profissionais para atuar no agronegócio maranhense.
 
O curso Técnico em Agronegócio é hoje reconhecido além do MEC, também pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), dando oportunidade ao profissional de ser reconhecido e legalizado como Técnico em Agronegócio, nível médio. 
 
O Técnico em Agronegócio do SENAR cumprirá seu importante papel de agente de transformação do setor agropecuário, na medida em que atuará como parceiro do produtor rural, por meio de técnicas inovadoras e sustentáveis, na conquista da produtividade e lucratividade, com visão empreendedora para a melhoria da qualidade de vida do meio rural.
 
O principal desafio do Técnico em Agronegócio é aumentar a eficiência do mercado agrícola e industrial. Por meio de técnicas de gestão e de comercialização, o profissional deve atuar na execução de procedimentos para melhor planejar e auxiliar o produtor na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural.
 

Mais de 300 mil famílias podem ter desconto garantido na conta de luz

 
O programa Tarifa Social Baixa Renda dá desconto de até 65% na conta de energia das famílias maranhense de baixa renda
 
Em tempo de crise financeira um bom desconto na conta de energia das famílias de baixa renda faz toda a diferença no orçamento do mês. Esse desconto já é possível deste o ano de 2014 através da Tarifa Social de Energia Elétrica – TSEE. Criado pelo Governo Federal para famílias de baixa renda, o programa oferece descontos na conta de energia, que podem chegar até 65% em relação à classe residencial normal, dependendo do seu consumo de energia.
 
Segundo dados levantados pela Companhia Energética do Maranhão - Cemar, mais de 300 mil famílias que já possuem cadastros nos programas do Governo Federal e atendem a todos os critérios, tem direito também a uma tarifa de energia mais barata, com desconto de até 65%. Porém elas ainda não recebem o beneficio, por não ter realizado cadastro junto a Cemar, ou mesmo, apenas atualizá-lo.
 
Para conseguir o desconto na conta é muito simples, basta ir a qualquer agência de atendimento da Cemar, com a última conta de energia, levando o cartão do benefício com o Número de Inscrição Social – NIS, (Caso não possua o NIS é necessário procurar a Secretaria de Assistência Social da prefeitura da cidade em que você reside) RG e CPF. No caso das famílias indígenas, a Carteira de Identidade pode ser substituída pelo Registro administrativo de Nascimento do Indígena (RANI).
 
Os descontos podem ser de 10% a 65% na tarifa de energia elétrica, calculados e fixados pela ANEEL. E nos casos de índios e quilombolas, o consumo de até 50kwh tem 100% de desconto.
 
Saiba os 10 municípios com o maior número de famílias que podem ter a conta mais barata:
 
 
Ranking
Top 10
Municípios
POTENCIAIS NIS - FONTE BASE MDSA/ANEEL DEZEMBRO 2017
São Luís
50.153
 
Imperatriz
11.214
 
Caxias
6.226
 
Timon
6.148
 
São José de Ribamar
5.942
 
Codó
5.810
 
Bacabal
4.427
 
Açailândia
3.869
 
Paço do Lumiar
3.528
 
10º
Barra do Corda
3.249
 
 

Centro de Referência Oftalmológica do HU-UFMA faz transplante de córneas em bebê




Cirurgia foi realizada no Centro de Referência Oftalmológica do HU-UFMA, que mantém um Banco de Olhos para receber doações
A visão é um dos cinco sentidos do corpo humano. Todos querem ter a oportunidade de enxergar o mundo e se deslumbrar com as cores existentes nele. O que fazer quando já se nasce com parte desse sentido comprometido? Uma pequena guerreira, nascida em Loreto, a 696 km de São Luís, com apenas um mês de vida, precisou passar por uma cirurgia de reconstrução de pálpebra e um transplante de córnea, para que não perdesse a visão do olho esquerdo.

A bebê está se recuperando bem e passa por acompanhamento. A cirurgia foi realizada no Centro de Referência Oftalmológica do Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), na última semana de 2017, pelos oftalmologistas Renato Ferraz e Adriana Bertrand, esta última convidada especialmente para conduzir a reconstrução de pálpebra. Como a criança nasceu sem essas dobras, a córnea ficou exposta e ressecou, formando uma úlcera. O diagnóstico era ceratite infecciosa associada, que consiste na inflamação da córnea.

As distrofias de córneas congênitas que levam a necessidade de transplante em crianças tem uma incidência muito baixa. De acordo com a responsável técnica do Banco de Olhos do HU-UFMA, Roberta Farias, chega a menos de 10%. “Não é comum transplante de córnea em bebês, pois as doenças congênitas que precisam desse tipo de cirurgia são menos frequentes, tendo uma incidência maior em adultos”.

A oftalmologista destaca os cuidados especiais quando relacionados as crianças menores de oito anos. “A criança tem o corpo muito reativo, da mesma maneira que ele cicatriza muito fácil, ele também reage mais fácil a uma doação, e quando isso acontece, ela acaba rejeitando com mais facilidade a córnea”.

Os cuidados são para a vida toda. Segundo a médica, o paciente vai ter uma recuperação visual, mas com sequelas. “Qualquer dano oftalmológico que ocorra na vida de uma criança com menos de oito anos de idade, a chance de ter sequela para o resto da vida é grande. Nesse intervalo, é que acontece o período do desenvolvimento visual e, por isso, ela precisa de um acompanhamento intenso, para que a visão possa ser estimulada”.

Banco de Olhos

Até o momento, só neste primeiro mês do ano 24 pacientes passaram por transplante de córnea no Centro de Referência Oftalmológica do HU-UFMA, que realizou no ano passado 246 transplantes. As doações em 2017 somam 124, o que corresponde a 248 córneas captadas.

O transplante de córnea é um procedimento que traz para o doador uma grande melhoria na qualidade de vida. Nesse sentido, o Banco de Olhos do HU-UFMA se mostra fundamental para a eficácia desse processo ao zelar pela qualidade dos tecidos transplantados, buscando acompanhar todas as etapas de doação, processamento e acondicionamento desses órgãos.

A médica Roberta Farias destaca que a fila de espera para um transplante de córnea no Maranhão demora cerca de três anos. “A doação é um processo de conscientização. Ela é importante para que esse tempo de espera na fila diminua e para que possamos zerar a fila”.

Centro de Referência Oftalmológica

Anexo do HU-UFMA, está localizado na Rua Silva Jardim (ao lado da Unidade Presidente Dutra). Realiza atendimentos ambulatoriais e cirurgias de alta e média complexidade. O serviço conta com salas de ambulatório, salas cirúrgicas, sala de recuperação pós- anestésica, salas de treinamento e recebe pacientes de todo o Maranhão. Entre os procedimentos mais procurados estão a cirurgia de catarata, com cerca de 130 cirurgias por mês. Em média, são realizadas 1900 consultas por mês e 320 cirurgias oculares, nas mais diversas subespecialidades, a exemplo, da correção de estrabismo, do transplante de córnea, da cirurgia antiglaucomatosa, entre outros.

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

domingo, 21 de janeiro de 2018

“Buscamos ampla união para melhoria do nosso estado”, diz Flávio Dino em posse de Grão-Mestre da Maçonaria

Governador Flávio Dino acompanhou a cerimônia de posse do Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Maranhão (Foto: Orcenil Jr)
 
O governador Flávio Dino participou, neste sábado (20), da cerimônia de posse do Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão, Ubiratan João de Castro e do adjunto Vaner da Mota Marinho. Na solenidade, o chefe de estado agradeceu à parceria e o apoio da comunidade maçônica maranhense nas ações e programas de governo.
“Num estado que infelizmente ainda exibe indicadores sociais desafiadores, precisamos sempre dar as mãos, transformar essa realidade não é tarefa de um governo ou um governante, é tarefa de todos nós e a Maçonaria tem atendido ao nosso apelo e participado de várias ações sociais”, declarou o governador.
De acordo com Flávio Dino, a parceria com instituições sociais é uma marca de governo que será mantida em favor do povo: “Nós governamos sempre com o espírito aberto, com espírito de diálogo, por compreender que sozinhos nós não poderemos transformar tudo que o Maranhão precisa, por isso nós sempre buscamos todos aqueles que podem nos ajudar”.
No caso da Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão, um dos principais apoios foi o prestado ao desenvolvimento do Plano Mais IDH. Com as atividades desenvolvidas em Belágua, por exemplo, a instituição tem colaborado com a iniciativa de mudar os indicadores de desenvolvimento humano do município junto com o Governo do Estado.
“Temos mantido um relacionamento estreito com o Governo do Maranhão e com essas parcerias temos alcançado muitas coisas positivas. Nós, por exemplo, trabalhamos em quase 40 municípios e podemos falar que foi um grande sucesso o que apoiamos em Belágua, que já foi o pior município do Brasil e deixou essa estatística com essa parceria com o Governo do Estado”, afirmou o Grão-Mestre Ubiratan João de Castro.
Grande Loja
Eleito para o segundo mandato, Ubiratan permanece no cargo de Grão-Mestre até 2021 e, até lá, exerce papel semelhante ao de um governador dentro da instituição, definindo ações e atividades que serão desenvolvidas pela comunidade no estado.
A maçonaria é uma sociedade fraternal secular e mundial que tem como um dos pilares a prática da filantropia com vistas ao progresso humano e social. Membros da ordem, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, e o comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, o coronel Frederico Pereira, também participaram da solenidade.
“Considerando as mudanças essenciais promovidas pelo governo Flávio Dino, a Maçonaria está ao lado para somar em toda a reconstrução social para o estado do Maranhão”, declarou o secretário Jefferson Portela.
“Estamos aqui neste momento para empossar o nosso sereníssimo e a partir dai traçar os planos e as estratégias para esse ano e o próximo, a fim de que a Maçonaria possa ser sim um aliado do Governo do Estado, da sociedade, no sentido de buscar sempre as melhores soluções para os problemas sociais naquilo que nos cabe ajudar”, completou o cel. Pereira.
Para o próximo mandato, o empossado Grão-Mestre Ubiratan reforçou que a parceria continua mantida: “Estamos de mãos dadas com o Governo do Estado para que tenhamos o Maranhão de Todos Nós”.
Anexos
Governador Flávio Dino parabeniza Ubiratan João de Castro pelo segundo mandato como Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão (Foto: Orcenil Jr)

Comércio na Feirinha São Luís é aquecido com pré-Carnaval

A Feirinha São Luís é um dos programas exitosos da gestão do prefeito Edivaldo

Feirinha São Luís se firmou como canal de escoamento da produção local

Em sua 33ª edição, a Feirinha São Luís, realizada pela Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), fortalece a economia na capital não só estimulando a venda de  produtos agroecológicos, como também de outros segmentos comerciais no entorno do evento, que este mês traz a temática do Carnaval como destaque cultural. Neste domingo (21), ocorreu também uma ação realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus)  que abordou a conscientização social sobre assuntos importantes para a sociedade como a campanha Janeiro Branco, voltada para a saúde mental. A Ferinha acontece todos os domingos na Praça Benedito Leite de 7h às 15h

Por orientação do prefeito Edivaldo, ao todo, 30 barracas são destinadas para exposição e venda dos mais diversos produtos artesanais, com matérias-primas locais, além das que ofertam produtos da agricultura familiar. 
"Essa ação surgiu com o objetivo principal de criar mais um canal de escoamento da agricultura familiar local, aumentando a renda dos produtores rurais da capital que são divididos em mais de 11 polos. Quase 30 barracas de produtos e subprodutos oriundos do cultivo agroecológico na Feirinha São Luís auxiliam para melhorar a vida dos trabalhadores do campo da nossa cidade", destaca o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.
Para animar o público, as atrações deste domingo foram o cantor Pepê Jr, Rosa Reis, Bloco Tradicional Os Apaixonados, e Bloco Sem Limite.
AÇÃO SOCIAL
Com o tema "Quem cuida da mente, cuida da vida", a campanha Janeiro Branco tem como objetivo a promoção da psicoeducação voltada a pessoas e instituições, fomentando a busca pela saúde mental e o combate ao adoecimento emocional dos indivíduos.
"Temos aproveitado o espaço da feirinha para desenvolver ações que levem a mudanças de hábitos para a geração de comportamentos saudáveis, por isso, neste domingo colocamos em evidência a saúde mental e informamos à população quanto ao serviços assistenciais disponíveis na rede municipal de saúde", disse o secretário Municipal de Saúde, Lula Fylho.
ECONOMIA
A Feirinha São Luís traz uma proposta diferenciada, unindo produtos agroecológicos cultivados na Ilha, exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas, além da gastronomia diversificada. 
A loja Nilos Artesanato que funciona há 10 anos nas proximidades da Associação Comercial do Maranhão, tem contabilizado lucros durante o evento. O dono do empreendimento, Francisco José Almeida, explica que os domingos são os melhores dias de venda, desde que a Feirinha São Luís iniciou, em junho do ano passado.
"Trabalhamos com produtos artesanais, a maioria são produzidos aqui no Maranhão, como as pedrarias, cerâmicas, azulejarias, os vestuários em palha, e vários souvenirs. Durante a semana, nosso público predominante são os turistas, mas aos domingos a maioria da clientela é local, o que valoriza bastante o trabalho dos artesãos. Essa iniciativa da Feirinha veio para dar um gás no comércio aqui dessa região, nós comerciantes só temos a agradecer à Prefeitura e torcer para que essa ação continue", afirmou o comerciante.
Anderson Clésio, de 33 anos, é do agropolo de Paço do Lumiar, ele que trabalha há 20 anos como produtor familiar rural, sustenta a família de quatro pessoas através do que cultiva e vende também em outras feiras da cidade. "Nos domingos o que vendo na Feirinha São Luís supera o valor das vendas durante a semana em outras feiras de bairros como Vinhais, ainda mais agora com as atrações de Carnaval, o público cresceu e as vendas aumentaram. Consigo sustentar minha esposa e os dois filhos com esse trabalho e espero realizar ainda muitas conquistas na minha vida através da agricultura", destaca o produtor rural.
São parceiros da Feirinha São Luís o Governo do Estado, Citelum, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e Associação Comercial do Maranhão (ACM).