terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Edivaldo vai trocar Júlio França por Rommeo Amim na Semdel

 

O comunista Rommeo Amim assumirá o comando da Semdel
Depois que o deputado federal Julião Amim (PDT) deixou clara sua insatisfação com a não nomeação do seu filho Rommeo Amim (PCdoB) para o secretariado municipal em São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) resolveu contemplar o parlamentar com um cargo no primeiro escalão da sua gestão. Em meio à pressão, sobrou para Júlio França, que mesmo pertencendo ao partido do prefeito, será exonerado da Secretarial Municipal de Desportos e Lazer (Semdel) para dar lugar ao comunista Rommeo, que assume também com as bênçãos do Palácio dos Leões.
Embora as investidas do PCboB pelo cargo tenham influenciado a decisão de Edivaldo de sacar Júlio França, o motivo principal para a saída do pedetista teve a ver com a transformação do estádio Nhozinho Santos em depósito da Citéluz, empresa que detêm o contrato para instalação e manutenção da rede de iluminação pública da capital.
Ainda ainda não e sabe o destino de Júlio França na prefeitura, mas é provável que ele seja acomodado em outro cargo de relevância (ou pelo menos com boa remuneração) na administração municipal.

Governo dialoga com gestores sobre fomento do esporte em municípios

 
Nesta segunda-feira (30), a Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) acolheu mais diálogos sobre o fomento do esporte e lazer no Maranhão. O secretário Márcio Jardim recebeu o prefeito de Lagoa Grande, Chico Freitas, e os gestores de Cantanhede: secretário de esporte, César Cantanhede; o secretário-adjunto de esporte, José Ribamar; o coordenador de esporte, Mauro Maurício; e o vereador, Dércio Rodrigues, para discutir ações e projetos que ajudem no desenvolvimento do desporto nos municípios do interior do estado.
Durante o encontro, o prefeito de Lagoa Grande falou sobre a importância do apoio do Governo do Estado para melhorias no município. “Nós temos o apoio total da Sedel junto ao governo do estado para as melhorias das práticas esportivas. Esse ano vamos implantar os jogos escolares em nosso município e quem sabe chegar a participar dos jogos estaduais. Mais uma vez fui bem recebido pelo secretário Márcio Jardim e Leonardo Cordeiro”, comentou o prefeito Freitas.
O secretário de Esporte de Cantanhede, César Cantanhede, tratou sobre o relacionamento entre as secretarias (municipal e estadual) discutindo ações para o desenvolvimento do desporto no município. “Essa nossa parceria com o governo do estado é muito importante. Estamos visitando a Sedel para dialogar com o secretário Márcio Jardim e juntos vermos ações ou projetos que possam nos ajudar, pois nossa secretaria está num estado delicado. Vamos analisar ações que possam nos ajudar a desenvolver o esporte em Cantanhede”, destacou o secretário municipal.
“O esporte é uma das principais ferramentas de socialização, capaz de despertar bons valores humanos, como a amizade, o coletivismo, a fraternidade e o pleno exercício da cidadania, fatores para promover a paz. Por isso, nos empenhamos ao máximo para dialogar com os gestores municipais, receber as demandas locais e, assim, como contribuir de forma significativa, no que for possível, para o desenvolvimento do esporte maranhense”, disse Márcio Jardim.

Câmara de São Luís promove seminário sobre Legislativo na conjuntura atual

Com palestras pela manhã e pela tarde enfocando “Perspectivas do Tribunal de Contas do Maranhão para os próximos dois anos”, ministrada pelo presidente do TCE (Tribunal de Contas do estado), Prof.Me. José de Ribamar Caldas Furtado; “Desorganização urbana-criminalidade – Municipalização da segurança pública”, proferida pelo promotor público Prof. DR. Claudio Alberto Gabriel Guimarães, e “Lei Orgânica, processo legislativo e Regimento Interno da Câmara Municipal de São Luís, por Prof. Me. procurador do legislativo ludovicense José Samuel de Miranda Melo, o evento é destinado a vereadores, assessores, advogados, diretores e servidores da Câmara Municipal.
No entendimento do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), a realização do seminário se constitui em uma das primeiras de suas ações neste início de administração, “numa nova legislatura, novos desafios”. Para ele “estamos vivenciando momentos de grande significação do Parlamento Municipal que, sem dúvida nenhuma, terá como consequências o desejo de oferecer aos meus companheiros do Legislativo, conhecimentos básicos necessários e oportunos sobreo processo legislativo com uma dimensão imensa, conciliando assim coma nova vocação municipalista”.
Para Astro de Ogum, “a organização desse evento estabelece uma programação de exposições e debates que não excluirá nenhum assunto importante da atualidade e preocupações em relação ao futuro visível de nossa cidade”. Acrescenta ele que “outros seminários virão, tendo em vista que não é simplesmente um desejo da Mesa Diretora e nem dos vereadores e sim caminho da convergência democrática que inspira a direção deste Parlamento, principalmente na conjuntura atual!”.

Bailinho infantil à fantasia agita sábados de fevereiro

Música, confetes, fantasias, conforto e diversão reunidos em um único evento. Nos dias 4, 11, 18 e 25 de fevereiro o Pátio Norte Shopping promove o Bailinho à Fantasia. Voltado para a criançada, a programação contará com personagens e DJ que prometem animar ainda mais os pequenos. A festa começa às 16h e vai até às 18h com entrada gratuita.

Empenho do deputado Fábio Braga é reconhecido pelo prefeito e pelos vereadores de São Benedito do Rio Preto

O deputado Fábio Braga esteve recentemente em São Benedito do Rio Preto, onde acompanhado do prefeito Mauricio Fernandes e dos vereadores Antônio Sabão, Negote, Trovão Júnior, Mirim, Neudo, Nayra e Antônio José do Sindicato, vistoriaram as obras do Hospital Municipal Cassiana Magalhães que está sendo reformado, ampliado e equipado para melhor atender aos moradores do município e da região que procuram um atendimento de qualidade.
 
Para o parlamentar, o prefeito Mauricio está de parabéns pelo empenho e pela dedicação, pois em um momento cheio de dificuldades financeiras que passam as administrações públicas, não tem medido esforços em trabalhar pelo seu povo. Fábio Braga também destacou o trabalho dos vereadores do município por estarem ao lado do prefeito para continuar o trabalho iniciado no primeiro mandato.
 
O prefeito Mauricio agradeceu ao deputado Fábio Braga por sempre estar presente e pela brilhante parceria desenvolvida por São Benedito, que vem dando bons resultados, como por exemplo, asfaltamentos de ruas, construção de escolas e postos de saúde, a reforma do hospital, outros.
 
O prefeito e os vereadores agradeceram também a emenda destinada pelo deputado no valor de R$ 400 mil, no final de 2016, para o fortalecimento da política de saúde no município e apresentaram reivindicações para que o parlamentar leve ao Governo do Estado para beneficiar a população.

Com apoio do Governo, atleta maranhense de rugby viaja para treinar com a seleção brasileira

 
Convocada para treinos com a Seleção Brasileira Feminina de Rugby, a atleta maranhense Rafaela Cindy, embarca para São Paulo, no próximo sábado (4), com o apoio do Governo do Maranhão. Esta semana a atleta visitou, juntamente com o treinador Marcos Bispo, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel) para ajustar os últimos preparativos antes da viagem e agradecer o apoio da Sedel.
 
“Nós do Governo do Estado não medimos esforços para apoiar nossos atletas. A Rafela se destacou no rugby e agora tem essa oportunidade de treinar com a seleção brasileira. Desejamos boa sorte, e que ela traga bons resultados dos treinos em São Paulo”, destacou o secretário Márcio Jardim.
 
Natural de São Luís, a atleta Rafaela, que já se destacou também no judô, busca novos horizontes com os treinos de rugby na cidade de São José dos Campos.
 
 “O Ragby é o segundo esporte mais praticado no mundo todo, depois do futebol, embora aqui no Brasil as pessoas não conheçam tanto. Já tem dois anos que pratico e ainda tenho muito a aprender. Esse apoio da Sedel é muito importante, pois nós estávamos numa fase financeira ruim e chega essa ajuda que nos motiva. Então agradeço o apoio do secretário Márcio Jardim, do governo estadual que faz o esporte ter mais visibilidade aqui no Maranhão”, disse Cindy. 

Sagrima lança balanço das ações 2016

Os programas do Governo do Maranhão, executados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged) ao longo do ano passado foram apresentados hoje no Balanço 2016 da secretaria.

O material impresso será distribuído a prefeituras, sindicatos rurais, regionais da Aged e demais órgãos do governo estadual e está disponível também na página de downloads do site da Sagrima.

“2016 foi um ano de muito trabalho e esforços redobrados para que, apesar do contexto de crise, o Maranhão continuasse sua caminhada rumo ao desenvolvimento e à justiça para todos. Na Sagrima não foi diferente, mas mesmo com as adversidades, conseguimos continuar com a nossa missão de aumentar a produção do estado e gerar mais emprego, renda e oportunidades para os maranhenses”, reflete o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser. 
 Programas como o Mais Produção, Mais Sementes e Agropolos vêm se expandindo e chegando a todas as regiões do estado, enquanto o  Mais Irrigação transforma em realidade verdadeiras lendas maranhenses, como o Projeto Salangô e o Tabuleiro de São Bernardo. 

Além das ações em campo, existe um trabalho de ampliação do potencial do Maranhão e de prepará-lo para ser um grande produtor, como o fortalecimento da defesa agropecuária, o Zoneamento Agropecuário, a exportação de bois vivos, a dispensa de licenciamento ambiental para propriedades com até quatro módulos fiscais e outras ações voltadas para legislação e marcos legais do setor, que darão segurança jurídica aos investimentos no estado.
Para o secretário, o balanço reflete o esforço do Governo e de seus parceiros na transformação do setor produtivo do estado. “Já demos grandes passos, sabemos que ainda há um longo trajeto a trilhar, mas temos a convicção de estar no caminho certo, acompanhados de parceiros que apoiam nossas iniciativas e do povo maranhense, que tem capacidade e muita disposição para trabalhar conosco. Muitas das ações implantadas já começaram a dar
resultados e outras mostrarão, ao longo de 2017, que nosso estado se tornou uma terra de grandes oportunidades”, disse.

"Precisar de 'quem indique' para conseguir atendimento só comprova que há dois Socorrões: o da propaganda e o da realidade" diz Wellington após denúncia

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) denunciou, na última sexta-feira, 27, a precária situação em que o Hospital Socorrão II está. Wellington deu voz à denúncia do paciente Anderson Borges, que estava internado e, mesmo após 20 dias, não tinha sequer expectativa de quando iria ser transferido. A revolta do paciente ficou ainda maior quando comprovou vários outros pacientes conseguindo a transferência, simplesmente, porque possuem "conhecidos"
Após a denúncia do deputado Wellington, o paciente Anderson foi transferido ainda na sexta-feira para o Hospital Geral e aguarda a data da cirurgia.
"Nós demos voz à denúncia do Anderson porque sabíamos que é a triste realidade. Segundo o paciente, várias pessoas passaram na sua frente porque possuem 'conhecidos'. Na sexta-feira pela manhã, disseram a ele que não havia a possibilidade de ser transferido. Nós denunciamos o abandono e, coincidentemente, no mesmo dia ele foi transferido. Ora, precisar de 'quem indique' para ter atendimento só comprova que há, de fato, dois Socorrões: o da propaganda e o da realidade. Já que é necessário que um deputado denuncie o descaso, farei isso de hoje em diante até que o abandono e o desrespeito deixem de ser a realidade nos corredores do Socorrão ", disse Wellington.
Até o presente momento, o deputado Wellington aguarda resposta da Prefeitura de São Luís sobre as medidas que serão adotadas a fim de garantir condições de funcionamento ao hospital, bem como fazer com que os demais pacientes que estão no Socorrão tenham brevidade em seu atendimento. O ofício foi encaminhado e formalizado através do Gabinete do deputado Wellington, na Assembleia Legislativa do Maranhão, e encaminhado não apenas à Prefeitura, mas também ao Ministério Público, especificamente, ao Promotor de Justiça da Saúde, Herbert Figueiredo.

Prefeitura de São Luís divulga locais de prova para concurso da Educação

Candidatos inscritos no concurso público para a Secretaria Municipal de Educação (Semed) já podem consultar os locais de provas. A lista foi disponibilizada nesta segunda-feira (30), na página do Centro Brasileiro de Pesquisa, Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cesp/UnB), instituição responsável pela aplicação do certame. O concurso integra o conjunto de medidas executadas pela Prefeitura de São Luís para estruturar a Educação, tendo como prioridades diminuir o déficit de educadores, promover capacitação e ações de valorização do professor.
O concurso oferece 822 vagas, incluindo cadastro de reserva, para nível médio e superior. As provas serão realizadas dia 5 de fevereiro. Para ter acesso ao local de prova, o candidato deve acessar a página do Cesp/UnB pelo endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/pref_saoluis_16/ e clicar no link ‘Consulta de local e horário das provas objetivas e discursiva’. Na tela seguinte, o inscrito deve informar o CPF para fazer a consulta. A informação pode ser acessada ainda na página da Prefeitura, no endereço: http://www.agenciasaoluis.com.br/exibe_editais.asp?id_edital=1215.
A diminuição do déficit de profissionais na área é um dos benefícios do concurso, segundo avalia a secretária municipal de Administração (Semad), Mittyz Fabíola Carneiro Rodrigues. “A Prefeitura, por meio da Semad, aguarda com grande expectativa a realização do concurso público, que obteve mais de 20 mil inscritos. Isso demonstra também a grande expectativa da população e para nós, o êxito do certame”, disse a titular da Semad.
O secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa, reforçou a condução do processo, que transcorre dentro da normalidade e o seu impacto significativo na rede de ensino da capital. “Depois de concluído, o concurso contribuirá para a diminuição do déficit de professores na rede municipal, somando às demais medidas já executadas pela gestão do prefeito Edivaldo para qualificar a Educação de São Luís. É mais uma iniciativa de extremo resultado desta gestão e que terá ação direta sobre nossas crianças e jovens estudantes”, enfatizou o titular da Semed.
Vagas
São oferecidas no concurso público oportunidades no magistério para professores de artes, ciências, educação física, educação infantil, filosofia, ensino religioso, geografia, história, inglês, língua portuguesa, matemática, atendimento educacional especializado, braile, língua brasileira de sinais, intérprete de língua brasileira de sinais, suporte pedagógico e professor 1° ao 5° ano.
Para nível médio, as vagas são destinadas aos cargos de cuidador escolar, monitor de transporte escolar e para transcritor e adaptador de Sistema Braille. Já no superior, as oportunidades são nas áreas de arquitetura, assistência social, engenharia civil, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, revisor de braile e terapia ocupacional.
As remunerações variam de R$ 1.112,09 para cargos de nível médio; e de até R$ 2.661,20 para o nível superior. O concurso conta ainda com vagas no cadastro de reservas, para serem acionados em caso do surgimento de demanda. O concurso tem validade de dois anos.

FAMEM mobiliza gestores para elaboração do Plano Municipal de Saneamento

Cleomar Tema reuniu-se com representantes da UFF e Funasa.
O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, firmou parceria com a Funasa e Universidade Federal Fluminense com o objetivo de estimular os prefeitos maranhenses a implantarem os Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB).

A parceria foi formalizada durante reunião realizada ontem na sede da entidade municipalista. Participaram do encontro o prefeito de Arari e vice-presidente da Federação, Djalma Melo; Jaiza Leite e Raimundo Rodrigues, representantes da UFF e da Fundação, respectivamente.

O PMSB é um instrumento de planejamento e gestão participativa que estabelece as diretrizes para a prestação dos serviços públicos de saneamento e deve atender aos princípios estabelecidos nasDiretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, Lei 11.445/2007. Ele deve abranger os quatro componentes do Saneamento Básico: Abastecimento de água; Esgotamento Sanitário; Drenagem e manejo das águas pluviais e Limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos.

As 118 cidades maranhenses que atualmente estão em fase de implantação do Plano, e que possuem até 50 mil habitantes, o que compete abrangência da Funasa, receberão nos próximos dias equipes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), capacitadas por técnicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Rio de Janeiro. Essa terceira etapa consistirá no diagnóstico técnico participativo, e será composta por 1 técnico de mobilização, que será responsável pela capacitação do comitê de coordenação e executivo; e 2 técnicos de campo, que serão responsáveis pelo os diagnósticos, e a opinião da população.

O município será contemplado com diagnostico técnico participativo e os trabalhos nas cidades maranhenses começam a partir de 13 de março, no município de Raposa. “Precisamos articular juntamente com os gestores a mobilidade e a melhor forma de trabalhar em cima do Plano de Saneamento Básico.  Somente assim, as cidades maranhense poderão finalizar esse trabalho a tempo e estarem aptas a receber recursos federais”, afirmou Tema.

No dia 14 de fevereiro, acontece a reunião de Integração do Plano Municipal de Saneamento Básico, no Palácio Henrique de La Rocque. O encontro visa apresentar aos gestores, secretários de Meio Ambiente e de Saúde os planejamentos e visitas técnicas, bem como a importância do engajamento dos municípios na elaboração de suas ferramentas.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Wellington cobra recuperação asfáltica na BR-135 em Presidente Dutra e entre Santa Rita e Entroncamento

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) continua percorrendo os municípios do Estado através do Gabinete Móvel com o projeto: Ouvindo o Maranhão. No último fim de semana, o progressista visitou a cidade de Paraibano, no Leste Maranhense, a 502 quilômetros da capital reunindo uma série de proposições para apresentar na Assembleia Legislativa.
Em seu percurso na estrada, o deputado Wellington se deparou com uma cena nada agradável na BR-135, no perímetro urbano da cidade de Presidente Dutra. Um lamaçal entre crateras que põe em risco a vida de motoristas, motociclistas e até pedestres. 
“É uma cena de descaso. Como pode a principal rodovia que corta todo o Estado está em péssimas condições? A BR é uma das principais rodovias que cortam o estado do Maranhão, ao sair da capital podemos observar sérios problemas. O intenso fluxo de carros e a sua infraestrutura ultrapassada são os principais obstáculos que enfrentamos. Com essas condições, se tem horas de engarrafamento, insegurança e precariedade. Por isso, solicitamos que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Maranhão realize obras de recuperação asfáltica do trecho da BR-135 no perímetro urbano da cidade de presidente Dutra e evite graves problemas na BR”, disse Wellington. 
O deputado Wellington ainda solicitou ao DNIT, que também, realize obras de recuperação asfáltica do trecho da BR-135 do km 080 ao km 090, próximo ao posto da Policia Rodoviária Federal (PRF), no povoado São Francisco, entre Santa Rita e entroncamento. 
Wellington concluiu, “Ainda solicitamos que o Superintendente do DNIT no Maranhão, a convite da Assembleia Legislativa do Maranhão, esclareça a atual situação da BR-135, especificamente, dos trechos citados em Presidente Dutra e Santa Rita”.

Pre Carnaval: Bloco da Imprensa dá a largada no dia 4 de fevereiro

A noitada terá CarnaBoi, Bateria da Favela, Os Feras, Madrilennus e Jegue Folia
Vai começar a temporada pré-carnavalesca para os profissionais da comunicação. É que neste sábado, dia 04 de fevereiro (sábado) a partir das 19h, acontece a primeira concentração do Bloco da Imprensa, em frente ao Bar do Porto – Praça dos Catraieiros – Praia Grande – Centro Histórico de São Luís (MA). As outras concentrações  acontecem nos dias 11 e 18 de fevereiro. E o Baile da Imprensa, no dia 16 de fevereiro (quinta-feira), na Casa do Maranhão.
 
Para a primeira concentração, estão confirmadas as apresentações de Grupo de Tambor de Crioula, CarnaBoi, Bateria da Favela do Samba, Bloco Tradicional Os Feras, Grupo Madrilennus e Bloco Jegue Folia, entre outras atrações da nossa rica diversidade cultural.Também confirmaram passagem, os cordões carnavalescos ‘Só Safados” e a “Bicicleta do Samba”, para sacudir ainda mais a primeira noite da folia do Bloco da Imprensa.
Como sempre acontece ao longo dos últimos capítulos da folia do Bloco da Imprensa, na primeira concentração, serão homenageados os sonoplastas das nossas emissoras de rádio AM e FM. Na lista constam nomes que estão a décadas contribuindo com o sucesso do rádio maranhense, entre os quais: Francisdo Barbosão, Antônio José (Totó), Gilson Araujo, Antônio Carlos, Carlito Internacional, Nonato Costa, Toinho Rocha, Magno Silva, dona Edileuza,Pedro Amaral, Paulo Henrique, Amadeu Oliveira entre outros. E serão feitas duas homenagens póstumas, aos jornalistas Jota Alves Filho e Rimundo Filho, que nos deixaram no ano de 2106.
Com o tema “Lava Jato da Imprensa”, o cordão carnavalesco da comunicação chega a sua 19ª edição, já que reúne desde o ano de 1998, com concentrações na Litorânea, Madre Deus, Abrigo da João Lisboa – Largo do Carmo. Já área da Praia Grande, é a nona vez que rola em frente ao Bar do Porto, a primeira ocorreu no ano de 2009.
A grande novidade, que para este ano, as três concentrações do Bloco da Imprensa, entram definitivamente no circuito da folia momesca do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo – SECTUR, com o envio de todas as atrações artísticas, estrutura de som, palco, iluminação, seguranças e colocação de grades de proteção para os foliões.
Baile da Imprensa
Outra grande novidade será a volta do tradicional Baile da Imprensa, que há tempo não rolava, e já tem data para acontecer, no dia 16 de fevereiro (quinta-feira), na Casa do Maranhão, com atrações artísticas a serem confirmadas. Foliões e convidados terão acesso por meio de pulseiras e com fantasias.
 

PAÇO DO LUMIAR TERÁ INVESTIMENTOS NAS ÁREAS SOCIAL E DE SAÚDE

 
 No cumprimento de uma vasta programação durante toda a semana , em Brasília, o senador Pinto Itamaraty e o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, fizeram uma “dobradinha” eficiente, que trouxe importantes resultados para o município de Paço do Lumiar. Em visita a vários ministérios e órgãos federais, acompanhados de secretários municipais, Itamaraty e Dutra conseguiram garantias de recursos para melhoramentos em várias áreas.  
Conduzida pelo senador Pinto Itamaraty , a comitiva reuniu-se com o Ministro de Desenvolvimento Social e Agrário Osmar Terra, que comprometeu-se em ampliar os investimentos na área social em Paço do Lumiar. O ministro também confirmou presença para a inauguração do Posto da Previdência Social do município.
Esta mesma comitiva participou da reunião na Funasa - Fundação Nacional de Saúde, cujo diretor executivo é o maranhense Arnaldo Melo (ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão). Entre os diversos assuntos tratados, teve destaque a recuperação do recurso no valor de 6 milhões de reais para instalação de 1.500 kits sanitários em comunidades carentes do município de Paço do Lumiar.
Ao fim da extensa agenda semanal, o senador Pinto Itamaraty considerou muito produtiva, a programação: “Conseguimos garantir, ao longo da semana, vários benefícios a Paço do Lumiar e a outros municípios maranhenses, a exemplo da reunião com a presidente da CODEVASF. Como senador, cumpri com a missão de buscar investimentos para a população do nosso estado”, enfatizou o parlamentar.

domingo, 29 de janeiro de 2017

Zé Inácio e Nonato Chocolate marcam presença na Bicicletinha


Bloco da Imprensa dá a largada no dia 04 de fevereiro

A noitada terá CarnaBoi, Bateria da Favela, Os Feras, Madrilennus e Jegue Folia
Vai começar a temporada pré-carnavalesca para os profissionais da comunicação. É que no próximo dia 04 de fevereiro (sábado) a partir das 19h, acontece a primeira concentração do Bloco da Imprensa, em frente ao Bar do Porto – Praça dos Catraieiros – Praia Grande – Centro Histórico de São Luís (MA). As outras concentração acontecem nos dias 11 e 18 de fevereiro.
Para a primeira concentração, estão confirmadas as apresentações de Grupo de Tambor de Crioula, CarnaBoi, Bateria da Favela do Samba, Bloco Tradicional Os Feras, Grupo Madrilennus e Bloco Jegue Folia, entre outras atrações da nossa rica diversidade cultural.Também confirmaram passagem, os cordões carnavalescos ‘Só Safados” e a “Bicicleta do Samba”, para sacudir ainda mais a primeira noite da folia do Bloco da Imprensa.
 
Como sempre acontece ao longo dos últimos capítulos da folia do Bloco da Imprensa, na primeira concentração, serão homenageados os sonoplastas das nossas emissoras de rádio AM e FM. Na lista constam nomes que estão a décadas contribuindo com o sucesso do rádio maranhense, entre os quais: Francisdo Barbosão, Antônio José (Totó), Gilson Araujo, Antônio Carlos, Carlito Internacional, Nonato Costa, Toinho Rocha, Magno Silva, dona Edileuza,Pedro Amaral, Paulo Henrique, Amadeu Oliveira entre outros. E serão feitas duas homenagens póstumas, aos jornalistas Jota Alves Filho e Rimundo Filho, que nos deixaram no ano de 2106.
 
Com o tema “Lava Jato da Imprensa”, o cordão carnavalesco da comunicação chega a sua 19ª edição, já que reúne desde o ano de 1998, com concentrações na Litorânea, Madre Deus, Abrigo da João Lisboa – Largo do Carmo. Já área da Praia Grande, é a nona vez que rola em frente ao Bar do Porto, a primeira ocorreu no ano de 2009.
A grande novidade, que para este ano, as três concentrações do Bloco da Imprensa, entram definitivamente no circuito da folia momesca do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo – SECTUR, com o envio de todas as atrações artísticas, estrutura de som, palco, iluminação, seguranças e colocação de grades de proteção para os foliões.
 
Baile da Imprensa
Outra grande novidade será a volta do tradicional Baile da Imprensa, que há tempo não rolava, e já tem data para acontecer, no dia 16 de fevereiro (quinta-feira), na Casa do Maranhão, com atrações artísticas a serem confirmadas. Foliões e convidados terão acesso por meio de pulseiras e com fantasias.

UERG é laboratório para o desmonte do ensino superior no País

Tânia Rêgo/Agência Brasil



"A crise da UERJ revela o desinteresse dos grupos dominantes pelo nosso patrimônio intelectual – e certamente está sendo vista como um laboratório para o desmonte do ensino superior público no restante do país. A solidariedade aos colegas da UERJ não é devida apenas ao reconhecimento da importância da instituição na produção de conhecimento. É também um ato auto-interessado: nós seremos os próximos", diz o cientista político Luis Felipe Miguel, professor da Universidade de Brasília; "As injustiças do ensino supo Lerior brasileiro não se resolvem elitizando-o ainda mais. O caminho é o contrário: a democratização e a expansão. A gratuidade é parte fundamental da receita. Ao contrário de cobrar mensalidades, devíamos estar pensando em proporcionar mais moradias universitárias, mais refeições subsidiadas, mais bolsas, mais mecanismos que facilitem que os mais pobres prossigam seus cursos", completa.
A crise da UERJ revela o desinteresse dos grupos dominantes pelo nosso patrimônio intelectual – e certamente está sendo vista como um laboratório para o desmonte do ensino superior público no restante do país. A solidariedade aos colegas da UERJ não é devida apenas ao reconhecimento da importância da instituição na produção de conhecimento. É também um ato auto-interessado: nós seremos os próximos. Caso avance o mal-disfarçado (ou maldisfarçado? A reforma ortográfica me confunde) projeto de desmonte de uma universidade do porte da UERJ, aqueles que desejam a destruição de todo o sistema de ensino superior público se sentirão muito estimulados a prosseguir. Foi a nossa resistência, a nossa capacidade de mostrar à sociedade o que isso significa, que impediu que triunfassem propostas similares – por exemplo, no governo FHC, quando o ministro da Educação era o pouco saudoso Paulo Renato.
A fim de minar a solidariedade social com a universidade, voltam a circular, com força, os discursos que dizem que o ensino superior público é um mar de privilégios. Começam com o de sempre: é necessário cobrar mensalidades. As empresas do Grupo Globo se tornaram os principais porta-vozes desta tese, mas muita gente segue na onda. Já falei disso aqui muitas vezes, mas é sempre bom repetir: se o acesso à universidade ainda é elitizado, cabe democratizá-lo, não partir desse veredito para elitizá-lo ainda mais. O fato de que alguns não tenham acesso a direitos não deve fazer com que esses direitos passem a ser considerados privilégios, mas nos incentivar a lutar para que todos possam usufruir deles.
A ideia de que os mais ricos devem pagar mensalidades nas universidades pública é profundamente equivocada, mas tem um apelo intuitivo. Ela é baseada na visão arraigada, mas ultrapassada, de que os ricos vão para universidades públicas e os pobres, para as particulares. As políticas de democratização do acesso ao ensino superior público, que lentamente estão chegando até mesmo às estaduais paulistas, mudaram esse quadro. Hoje, a maioria dos estudantes das universidades federais não teria condições de pagar mensalidades.
Isso não quer dizer que os mais ricos não devam pagar pela educação. Mas devem pagar pela educação de todos, por meio da taxação progressiva. A proposta de cobrança de mensalidade esconde a discussão real: nossa carga tributária é muito mal distribuída, em benefício dos que já são privilegiados. O problema não é que os ricos não pagam pela universidade, é que pagam muito menos imposto do que deveriam.
São duas as grandes vantagens do financiamento do ensino por meio do imposto. Em primeiro lugar, ele garante que os pobres terão seu lugar sem discriminação. Caso se adotasse um sistema misto, como em geral é proposto, com ricos pagando e os pobres não, o interesse das universidades seria atrair a clientela mais abastada que conseguissem. Afinal, os estudantes ricos seriam receita e os pobres seriam despesa.
O segundo motivo é que o financiamento público deixa claro a quem deve servir a universidade: ela deve servir à sociedade. A sociedade financia, a fim de receber, em troca, a contribuição daqueles que se formam. Não se trata, portanto, de vender o diploma como um bem privado, mas de produzir um conjunto de competências que serão socialmente úteis.
As injustiças do ensino superior brasileiro não se resolvem elitizando-o ainda mais. O caminho é o contrário: a democratização e a expansão. A gratuidade é parte fundamental da receita. Ao contrário de cobrar mensalidades, devíamos estar pensando em proporcionar mais moradias universitárias, mais refeições subsidiadas, mais bolsas, mais mecanismos que facilitem que os mais pobres prossigam seus cursos.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Em nota, Eike nega estar negociando condições para se entregar

Eike Batista no Helicóptero em Angra do Reis. 
A defesa de Eike Batista negou, em nota, que ele esteja negociando condições para se entregar à Justiça. “Desde o momento em que lhe foi comunicada a decretação de sua prisão preventiva, realizou todos os esforços para retornar, no mais breve tempo possível, ao país”, afirma a nota.
Eike foi alvo de pedido de  prisão preventiva  nesta quinta (26). O mandado foi expedido no contexto da Operação Eficiência, segunda fase da Lava Jato no Rio de Janeiro que investiga pagamentos de propina durante a gestão do peemedebista Sergio Cabral, governador entre 2007 e 2014. 
Segundo a defesa de  Eike, o ex-bilionário está em Nova York , nos Estados Unidos, onde participa de reuniões de negócio e que vai se apresentar o mais rápido possível. Na noite desta sexta (27), a  Polícia Federal, passou a considerá-lo foragido internacional e pediu sua inclusão na lista da Interpol. 
Leia, abaixo, a declaração na íntegra:
“Em face do que tem sido veiculado na imprensa, no sentido de que Eike Batista estaria “negociando” as condições em que se apresentaria à Justiça, vimos esclarecer que:
o Sr. Eike Batista em nenhum momento realizou manobra para eximir-se de suas obrigações com a Justiça;ele se encontra no exterior, desde antes da decretação de sua prisão preventiva, por razões de trabalho;desde o momento em que lhe foi comunicada a decretação de sua prisão preventiva, realizou todos os esforços para retornar, no mais breve tempo possível, ao país;jamais submeteu sua apresentação à Justiça a qualquer tipo de condição, o que seria juridicamente incabível e não se coaduna com suas convicções éticas nem corresponde à sua conduta de, sempre que necessário, e como já tantas vezes, colaborar com a Justiça.”
Veja também:

UFMA apoia participação de estudantes na Bienal da UNE


 
São Luís- A Universidade Federal do Maranhão teve dez trabalhos aprovados na Bienal da UNE, o maior número entre as instituições de ensino superior do estado. Cerca de cem estudantes da UFMA dos seus diversos câmpus participarão do evento, que ocorre de 29 de janeiro a 1º de fevereiro, em Fortaleza (CE).
O Pró-reitor de Assistência Estudantil, João de Deus Mendes da Silva explica que a universidade está apoiando a participação dos alunos e cedeu um ônibus da instituição para o deslocamento até a capital cearense.   “A Pró-Reitoria de Assistência Estudantil possui o programa ‘Auxílio Participação em Eventos’, que apoia a participação estudantil em atividades de intercâmbio acadêmico, científico, tecnológico, esportivo e/ou cultural em eventos externos ao câmpus de origem. O programa está em consonância com o Decreto 7234/2010, que estabelece o Programa Nacional de Assistência Estudantil”.
O Diretório Central dos Estudantes – DCE – da UFMA, que coordena a caravana, conseguiu viabilizar ainda a viagem de outros participantes em ônibus de instituições como o IFMA.
A Bienal das UNE selecionou trabalhos nas áreas de: literatura, audiovisual, artes cênicas, música, artes visuais, projetos de extensão, ciência e tecnologia. Para a seleção dos trabalhos foram considerados a afinidade com o tema, viabilidade técnica, diversidade técnica/assunto e regionalidade.
Os trabalhos da UFMA selecionados foram:
Projeto de extensão
Aprendizagem e Processos Pedagógicos na Educação Infantil: A importância de jogos e brincadeiras na sala de aula.
Janaina Nunes da Costa, Isabel Cristine Meireles Pereira, Francisca Maria Costa Paz, Maria Deusiane Costa dos Santos, Maria Ivaneide Costa Coutinho.
Teatro
Abayomi Bonecos: estórias e memórias em cena
Karine Cristine Costa, Daniel Bergue Pinheiro Conceição, Fabiana Nascimento Dutra, Ingrid Rayanne Verde, Elton Sousa Ferreira.
Literatura
Cabelo Duro
Brenda Caroline Santos Da Silva
Artes Visuais
Solidão dos bustos
Silvana Pinto Mendes
Artes Cênicas
Vem cacuriar
Maurício Haryson
Projeto Lama
Doroti Ferreira
Ciência e Tecnologia
Ecologia Alimentar de quatro espécies de Marsupiais em uma área de Cerrado na região de Chapadinha, Maranhão, Brasil.
Alane Lima dos Santos
UFMA - uma experiência intercultural: Pesquisa e extensão na tradição das vindimas
Doroti Ferreira Martz
Relato PIBID: biblioteca escolar como recurso pedagógico de ensino em língua portuguesa  
Marta Leticia Meireles Pereira

Medalhista olímpico, ‘Codó’ discute parceria com Governo do Estado para implantar projetos esportivos


 
Medalhista olímpico de bronze desde a última quarta-feira, 25, o velocista maranhense José Carlos Moreira, mundialmente conhecido como Codó (cidade natal dele), visitou na sexta-feira (27) a Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel) onde conversou com o secretário Márcio Jardim sobre esse momento histórico para o desporto do Maranhão e a possível implantação de projetos esportivos no estado.  
Codó e Jardim
Durante o encontro o secretário da Sedel, Márcio Jardim, destacou a importância dessa conquista, que é a maior premiação do esporte maranhense. “Essa é uma grande conquista para o atletismo do Maranhão. Passados alguns anos, mas é um reconhecimento histórico e para nós isso é um feito histórico. É o primeiro maranhense medalhista olímpico e nós estamos orgulhosos do Codó que lutou muito para atingir esse sonho olímpico”, destacou Jardim.
Nos Jogos Escolares Maranhenses – JEMs de 2015, que teve como lema ‘Esporte e Lazer para Todos’, o velocista foi homenageado pelo trabalho que desenvolveu nos últimos anos no atletismo brasileiro, assim como outros atletas maranhenses que também se destacaram nacional e internacionalmente. 
Além de conversarem sobre a conquista do bronze na Olimpíada de Pequim, em 2008, o ponto alto do diálogo foi o fomento para possíveis projetos para o atletismo maranhense junto ao Governo do Estado. “Esse encontro marca o início da articulação de projeto voltado para atletas do atletismo no processo de formação. Pois para nós é importante que outros atletas também possam chegar a atingir o sonho olímpico que foi conquistado pelo Codó”, disse o secretário.
Ao falar de sua trajetória o atleta de atletismo do revezamento 4x100 falou que para chegar a essa medalha percorreu um longo caminho de competições estaduais, nacionais e internacionais. Codó disse que ainda está “em choque” com a premiação olímpica.
“Para chegar até essa medalha foi um longo caminho, passei por grandes clubes e para chegar a esses clubes participei dos JEMs, que foi minha trajetória na época do juvenil. Ainda estou em choque com essa notícia da medalha olímpica e só quero agradecer a Deus e minha família que tem sempre me apoiado”, disse Codó. 
Ele falou ainda da homenagem do governador Flávio Dino durante os JEMs 2015 e de projetos futuros para o atletismo maranhense.
“Espero com essa medalha poder abrir portas, e, como fui homenageado pelo Governador Flávio Dino e Sedel, como símbolo dos JEMs, quero ser um modelo de inspiração para esses jovens que estão iniciando. O sonho pode se tornar realidade! Queremos desenvolver um projeto dentro de São Luís e levar para o interior do estado. Levar para Codó, Pedreiras, Caxias e região; buscar atletas dentro das escolas montando competições escolares, igual fizemos em Londrina. Lá nós chegamos a ter 120 crianças num projeto entre manhã e tarde, e podemos fazer o mesmo aqui no Maranhão”, concluiu o medalhista olímpico.