sexta-feira, 17 de novembro de 2017

ITAPECURU-MIRIM - Projeto do MPMA "Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão" premia alunos de escolas públicas

 A 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim realizou na terça-feira, 14, a solenidade de premiação dos vencedores do projeto "Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão" do Ministério Público do Maranhão.

O projeto tem o objetivo de orientar o cidadão sobre como fiscalizar o uso correto do dinheiro público no seu município e como denunciar as irregularidades encontradas.

Lançado em junho de 2017, o “Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão” foi executado em três vertentes: educação (palestras e concurso de redação); capacitação (para vereadores, conselheiros municipais e líderes comunitários); e escolha e capacitação de jovens (para a interlocução das comunidades com a Câmara e o poder público). Participaram estudantes de três escolas da rede municipal de Itapecuru-Mirim: Unidade Itapecuru, Manfredo Viana e Mariana Luz

Após as palestras, o tema combate à corrupção foi abordado nas escolas por uma equipe pedagógica, culminando com a produção de redações. Os três primeiros alunos premiados ganharam tablets e uma viagem a São Luís no dia 27 de novembro, para conhecer a Procuradoria Geral de Justiça, Tribunal de Contas do Estado e Tribunal de Justiça do Maranhão.

Para a promotora de justiça Flávia Valéria Nava Silva, titular da 1º Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim e idealizadora do projeto, o resultado foi extremamente positivo e superou as expectativas. “As redações revelaram que todo o trabalho feito pela equipe pedagógica, pelas palestras ministradas por mim e pela juíza da comarca alcançaram seu intento. Isso mostra que a escola pública pode, sim, dar bons frutos. Basta semear o amanhã, que os frutos vêm”, comemorou.

O projeto teve apoio de instituições como Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, Ministério Público de Contas do Maranhão, Câmara Municipal, Secretaria Municipal de Educação e Instituto Sociedade População e Natureza (ISPN).

Os estudantes premiados da Escola Mariana Luz do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental foram Jennifer Gabriela Carvalho Barbosa (1º lugar); Sarah Dalila Mendes Barbosa (2º lugar) e Rayssa Mayse Mendes Bandeira (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Camille Vitória Mendes Sousa de Amorim (1º lugar); Anderson Gomes Freitas (2º lugar) e Marcelle Virgínia Ribeiro Bispo (3º lugar).

Os estudantes premiados da Escola Manfredo Viana do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental foram Gerlainy Borges Cardoso (1º lugar), Janiely A. Ribeiro Barbosa e Joana Santos Sousa (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Cynthia Nascimento Rodrigues (1º lugar), Tiago da Silva Nascimento (2º lugar) e Ingrid Beatriz Marinho Assunção (3º lugar).

Da escola Unidade Itapecuru, os estudantes premiados do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental foram Maria Clara Felipe da Silva (1º lugar) e Maria Clara Lopes Rodrigues (2º lugar). Do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental os escolhidos foram Isabelle Martins Campos (1º lugar), Cleane Everllyn S. Leitão (2º lugar) e Ingryd Damiana Santos Pereira (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Gabriel Wanderson dos Santos da Conceição (1º lugar), Francisca dos Santos (2º lugar) e Ranyele Lorrayna Luiz de Oliveira (3º lugar).

Como parte da solenidade de premiação, houve leitura de poesias e redações relacionadas ao tema e apresentações culturais, com simulação de júri, teatro e um programa jornalístico com foco no combate à corrupção

Promotora Ana Teresa Freitas é reconduzida ao cargo de diretora da Enamp

Na quinta-feira, 16, a promotora de justiça Ana Teresa Silva de Freitas foi reconduzida para a direção da Escola Nacional do Ministério Público (Enamp) para o biênio 2018-2019. A escolha foi feita durante a reunião do Colégio de Diretores de Escolas e Centros de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional dos Ministérios Públicos do Brasil (CDEMP), a última do ano de 2017, realizada na sede do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em Florianópolis.
Participaram da reunião 24 componentes do CDEMP, entre diretores de escolas e centros de estudos dos Ministérios Públicos estaduais, do Ministério Público da União e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.
O atual mandato de Ana Teresa Freitas encerra em março de 2018. A promotora de justiça - que também dirige a Escola Superior do Ministério Público do Maranhão (ESMP) - chefiará a Enamp por mais dois anos
Na direção da escola nacional, Ana Teresa Freitas será auxiliada por André Mauro Azevedo, promotor de justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), escolhido para o cargo de diretor-adjunto. André Mauro Azevedo é o atual presidente do CDEMP, cargo que deixa em março para assumir as atribuições na Enamp.
Sobre a recondução, a diretora informou que dará continuidade ao trabalho que vem desenvolvendo com a promoção de cursos de formação, como o de aperfeiçoamento dos agentes políticos do MP brasileiro, promovido em convênio com a Universidade Estadual Paulista (Unesp). “A nossa perspectiva é excelente. Daremos continuidade à capacitação nacional, para o fortalecimento das escolas do Ministério Público brasileiro”, enfatizou.
Ana Teresa Freitas também agradeceu o apoio que recebeu dos integrantes do colégio, da escola nacional e do Ministério Público do Maranhão. “Parabenizo e agradeço a todos que integraram a diretoria do CDEMP e da Enamp. Agradeço igualmente o essencial apoio do procurador-geral de Justiça do MPMA, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e de todos os colegas do MPMA e do MP brasileiro”.

“Percebemos no olhar a necessidade das pessoas”, diz enfermeiro da Fesma que percorre povoados isolados

 O enfermeiro Elton faz trabalho de prevenção também. (Foto: Jeferson Stader)
O enfermeiro Elton faz trabalho de prevenção também. (Foto: Jeferson Stader)
Pela primeira vez na vida, maranhenses que vivem em povoados isolados e distantes dos grandes centros estão recebendo a visita de médicos em casa. É a Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma), lançada há menos de dois anos pelo Governo do Estado e que já chegou a 667 mil atendimentos.
A Fesma atua no Plano Mais IDH, que busca elevar a qualidade de vida nas 30 cidades menos desenvolvidas do Estado.
“A gente percebe no olhar, numa visita, a real necessidade daquela pessoa. O trabalho fundamental da gente é da prevenção da doença, um olhar mais humanizado, com mais carinho, com mais cuidado”, afirma o enfermeiro Elton Filipe de Oliveira.
Ele e os colegas percorrem centenas de povoados para atender os pacientes, superando desafios como a distância e acessos precários.
A Força tem como foco prestar assistência aos que mais precisam. Os 120 profissionais da Força, que residem nas 30 cidades atendidas, trabalham para promover a diminuição da mortalidade infantil e materna e dos agravos provocados pela hipertensão e diabetes. Eles também identificam e tratam os pacientes com hanseníase.
Continuidade
 Crianças e adultos são atendidos pelos profissionais da Fesma. (Foto: Jeferson Stader)
 
O trabalho é acompanhado pelas equipes locais de profissionais de saúde das Estratégias de Saúde da Família (ESF) e da Atenção Básica, para que o município possa dar prosseguimento aos tratamentos.
“Nosso atendimento vem a somar com as equipes que já existem no município, dando uma força e colocando a presença do Estado dentro das cidades”, diz a psicóloga Ezalina Santos de Souza.
As cidades que têm equipes da Força Estadual de Saúde são: Afonso Cunha, Amapá do Maranhão, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Araioses, Arame, Belágua, Brejo de Areia, Cajari, Centro Novo do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Fernando Falcão, Governador Newton Belo, Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Lagoa Grande do Maranhão, Milagres do Maranhão, Pedro do Rosário, Primeira Cruz, São João do Carú, Satubinha, Marajá do Sena, Santa Filomena, Santana do Maranhão, São Francisco do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Santo Amaro do Maranhão, São João do Sóter e Serrano do Maranhão.

Missa dos Quilombos une fé e resistência para marcar Dia da Consciência Negra

    Celebração é ato de fé e resistência contra a violência e o preconceito. (Foto: Divulgação)
 
Unindo fé e resistência, foi realizada no fim de tarde desta quarta-feira (15) a Missa dos Quilombos, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, localizada na Rua do Egito, Centro de São Luís. A celebração, que chegou a sua quinta edição, é alusiva ao Dia da Consciência Negra, comemorado no próximo dia 20.
Realizada pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), a missa contou com apoio do Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).
Com música e ritmo, a missa foi um momento de reflexão sobre a trajetória do povo negro desde a escravidão até os dias atuais. A ideia é combater a violência e o preconceito por meio da comunhão de diferentes povos na eucaristia.
Por meio da missa, a aposentada Maria da Conceição Fernandes viu o preconceito como um tipo de egoísmo que oprime o povo negro. “A missa serviu para que abríssemos os olhos para os sofrimentos humanos, tanto por parte do preconceito quanto por qualquer outro tipo de violência. A evolução humana deve vir de dentro, já que a maldade e o egoísmo partem do interior”, disse.
A liturgia foi pautada na religiosidade de matriz africana e na cultura popular maranhense, com a participação do Tambor de Crioula do Oriente, Tambor de Crioula Arte Nossa e dos grupos Marabatuk, Africanidades e Yluguere.
Segundo o produtor cultural Raydenisson Sá, a Missa dos Quilombos é uma celebração do ministério pascal onde Jesus Cristo está vivo através dos elementos da cultura negra. Para ele, a missa é ao mesmo tempo protesto e em um ato de fé.
“O mês da Consciência Negra foi escolhido para a realização da Missa dos Quilombos, pois é um clamor de uma sociedade que quer se ver livre de preconceitos e intolerâncias. A missa serve para nós combatermos atitudes que ferem e machucam o outro, para que finalmente cheguemos a real evolução”, declarou.
Consciência Negra
A Missa dos Quilombos abre outras atividades que fazem parte da programação do Dia da Consciência Negra. Nesta sexta-feira (17), a Praça do Reggae, localizada no Centro Histórico de São Luís, recebe uma programação especial em alusão ao dia 20 de novembro.
Na segunda-feira (19), a programação será na Casa do Maranhão com o melhor da cultura afro-maranhense. Já na próxima sexta-feira (24), a Praça Negro Cosme, localizada no bairro Fé em Deus, terá uma programação especial recheada de shows e atrações culturais.

Informaçoes da Câmara municipal de São Luís

 
Aprovado desde o dia 19 de setembro pelo plenário da Câmara Municipal de São Luís, que ainda não houve qualquer manifestação do prefeito Edivaldo Holanda, encontra-se um requerimento de autoria do vereador (PSD), pede que a concessão do auxilio-transporte para os servidores públicos da municipalidade, seja idêntica a dos servidores públicos estaduais e federais. Ele é consignado em valores e inserido no contracheque, deixando a responsabilidade da utilização pelo próprio servidor.
        A realidade da Prefeitura de São Luís a concessão do benefício é feita através de cartão de transporte. O servidor que não utilizar o seu crédito durante o mês de trabalho, os créditos são acumulados. Subtende-se que ao conceder o crédito ao servidor público, a Prefeitura de São Luís, naturalmente faz o devido pagamento ao Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos.
       “Diante dessa realidade, em que muitos servidores municipais acumulam crédito, havendo casos de funcionários com até com quatro mil reais acumulados em cartões, significa que os valores, que poderiam servir de benefício aos funcionários, principalmente com as dificuldades que enfrentam, acabam se constituindo um fundo bastante compensador para os proprietários de empresa,  em detrimento de um direito do servidor público”, destaca Cézar Bombeiro.
       O vereador assinala, que o seu requerimento visa a que o prefeito de São Luís, faça como os governos estadual e federal  que concedem o auxilio-transporte em dinheiro no contracheque. Segundo ele, “a pratica atualmente utilizada pela municipalidade, visa unicamente beneficiar os donos de empresas, além de que o servidor público vai acabar sendo totalmente prejudicado, uma vez que a tendência é que os créditos acabem sendo incorporados definitivamente pelos empresários, o que é bastante lamentável”.
Sindicatos das categorias de servidores públicos municipais, estudam ingressar na justiça, tendo como respaldo e referências os governos estadual e federal, diz Cézar Bombeiro, relatando ter sido informado por algumas lideranças sindicais.
Silvino Abreu cobra a instalação de um
semáforo perto da antiga Casa Inglesa
 
O vereador Silvino Abreu (PRTB) protocolou requerimento na Câmara Municipal, solicitando que a Prefeitura – por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT)- instale, com a máxima urgência, um semáforo nas imediações do Centro de Ensino Médio (CEM) Professor Fernando Perdigão (antiga Casa Inglesa).
 
No pedido que será encaminhado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior e ao secretário da SMTT, Canindé Barros, o vereador do PRTB esclarece que o semáforo está sendo cobrado por milhares de pedestres que circulam nas proximidades da Antiga Casa Inglesa, especialmente os moradores da Liberdade e do Monte Castelo.
 
Recentemente, Silvino Abreu visitou o Monte Castelo e a Liberdade, recebeu reclamações dos moradores e constatou que a ausência do semáforo provoca acidentes de trânsito, com dano materiais e até o atropelamento das pessoas que atravessam a Avenida Getúlio Vargas, onde o trânsito flui e alta velocidade.          
 
Silvino Abreu acredita que o prefeito e o secretário atenderão ao pleito e mandarão instalar o semáforo.  Além da escola, perto da antiga Casa Inglesa também funcionam clínicas médicas que atendem centenas de pessoas, especialmente idosos e crianças que correm risco de vida ao atravessar a avenida.    
 
Pavão Filho recebe homenagem
no Dia Municipal do Radiologista  
 
O vereador Pavão Filho (PDT) foi homenageado pelos radiologistas de São Luís com a placa de Honra ao Mérito pelos bons serviços prestados à categoria. A homenagem ocorreu dia 8 de novembro, data em que é comemorado o Dia Municipal do Radiologista, criado através da Lei nº 5.978, de 08 de junho de 2015,  de autoria do parlamentar.  
 
Considerado pelos radiologistas com seu representante no parlamento municipal, Pavão recebeu ainda categoria o Certificado de Gratidão e Agradecimento e o Certificado pela Participação da Mesa no IV Encontro dos Profissionais das Técnicas Radiologistas, por suas conquistas a favor da Radiologia de São Luís.
 
Pavão Filho, que tem trabalhando muito em beneficio da categoria, sendo inclusive autor da Lei nº 6.114/2016 que dispõe sobre requisitos para a aplicação das atividades inerentes aos tecnólogos, técnicos e auxiliares em radiologia.  
 
São Tecnólogos e Técnicos em Radiologia os profissionais, que executam as técnicas: 
I - radiológicas, no setor de diagnósticos;
II- radioterápicas, no setor de terapia;
III- radioisotópicas, no setor de radioisótopos;
IV - industriais, no setor industrial.
V- de medicina nuclear.
 
A Lei Municipal Nº 6.114/2016 torna obrigatório no âmbito municipal, os diplomas de Tecnólogo e Técnico em Radiologia para a operação de equipamentos emissores de radiação ionizante ou campo eletromagnético, assim como, o uso de EPI's de proteção radiológica.

“Governador assinou ordem de serviço da estrada que liga São Bernardo ao Piauí”, diz deputado Fábio Braga


Essa segunda feira 13, foi um dia que jamais será esquecido pelos são-bernardenses, porque justo nele o governador Flávio Dino assinou a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras de pavimentação dos 17 km da MA - 110, no trecho que liga a cidade de São Bernardo ao município de Luzilândia no Piauí com rapidez e segurança, e de lá até o litoral daquele Estado.
 
Sem dúvidas uma obra esperada há longos anos por todos, devido às perspectivas que abre para aquela região do Baixo Parnaíba uma vez que ela vive muito isolada, já que a saída para o Piauí hoje é feita com imensas dificuldades, desestimulando qualquer tipo de atividade social ou econômica que se pretenda desenvolver na área.
 
Além do povo de São Bernardo, o deputado Fabio Braga – SD, também estava muito satisfeito com a decisão, porque há anos vem batalhando pela pavimentação do trecho, principalmente da tribuna da Assembleia Legislativa, onde cobrou a feitura da obra inúmeras vezes.
 
O parlamentar repercutiu o fato da tribuna dizendo que “o governador com secretários de Estado e com os deputados Levi Pontes, Marcos Caldas e vários prefeitos da região, inclusive o de São Bernardo, assinou a Ordem de Serviço para a complementação da estrada São Bernardo-Luzilândia no Piauí, abrindo espaço para criar ou melhorar vários negócios na área, porque vai reduzir o valor de fretes e baratear os produtos regionais, permitindo, ainda, a ligação com a 'Rota das Emoções', roteiro turístico que inclui o Delta do Parnaíba; a cidade de Barreirinhas;  as cidades de Parnaíba e de Luís Correia; o estado do Ceará e o próprio estado do Maranhão" – enfatizou.
 
O deputado dividiu o mérito da conquista com o líder político e ex-prefeito de São Bernardo Coriolano Almeida, lembrando que “toda vez em que eu estava na cidade Coriolano me pedia para interceder junto ao governo do Estado, a fim de que se concluísse a obra, pela importância estratégica que ele representa para à cidade e região do Baixo Parnaíba" – ressaltou.
 
O parlamentar disse, ainda, que o governador, “atendendo a uma reivindicação dos prefeitos da região visitou o hospital municipal de São Bernardo, construído, inclusive, na gestão do prefeito Coriolano, visita que teve por fim ver a possibilidade de transformá-lo num hospital regional, para fazer o atendimento das várias cidades, se não me falha a memória mais de 14, que seriam beneficiadas pela medida, tendo o governador ficado de examinar o pedido" -  alertou.
 
Disse, também, que a visita de Flávio Dino a São Bernardo “uniu vários e vários políticos da região; diversas lideranças da cidade e prefeitos e ex-prefeitos de municípios vizinhos, a exemplo do prefeito de Brejo, José Farias, com quem conversei longamente".
 
Na conversa - prosseguiu o deputado “José Farias voltou a lembrar a reivindicação que tem feito, inclusive a mim, da interligação do Brejo com a cidade de Matias Olimpo, no estado do Piauí, através da complementação da BR-222, obra que beneficiaria um sem número de atividades, sobretudo o agronegócio em ambos os lados, já que encurtaria as distancias até mesmo com o estado do Ceará e com o próprio porto cearense" - finalizou o parlamentar.

Sarney: a herança maldita e a influencia do velho oligarca na politica brasileira


A República Velha, ou Primeira República, é o nome dado ao período compreendido entre a Proclamação da República, em 1889, e a eclosão da Revolução de 1930.
 
A República Oligárquica foi marcada pelo controle político exercido sobre o governo federal pela oligarquia cafeeira paulista e pela elite rural mineira, na conhecida “política do café com leite”. Foi nesse período ainda que se desenvolveu mais fortemente o coronelismo, garantindo poder político regional às diversas elites locais do país.
O período marca também a ascensão e queda do poder econômico dos fazendeiros paulistas, baseado na produção do café para a exportação. Além disso, os capitais acumulados com a exportação do produto garantiram o início da industrialização do país, ao menos na região Sudeste.
Essa industrialização proporcionou mudanças na estrutura social brasileira, com a formação de uma classe operária e o crescimento do espaço urbano. As mudanças políticas e sociais, também conhecidas pelo termo modernização, resultaram ainda em agudos conflitos sociais, tanto no campo, como no caso da Guerra de Canudos, quanto nas cidades, como a Revolta da Vacina e as greves operárias na década de 1910.
A crise das oligarquias rurais e a crise econômica mundial, atingindo profundamente a produção cafeeira, representaram a agonia da República Velha. A insatisfação com a eleição de Júlio Prestes, em 1930, deu à elite os motivos para derrubar os fazendeiros paulistas que estavam no poder, através da Revolução de 1930. Era o fim da República Velha e o início da Era Vargas. Fazendo  uma analogia entre a República Velha e a Velha República constatamos que o ex- presidente Sarney continua fazendo a velha politica dos nossos antepassados, típico de um oligarca,  sendo o líder de um grupo de senadores e caciques do congresso. Mesmo com 87 anos, Sarney ainda mantém agenda ativa e recebe em sua residência vários senadores ao longo da semana. O presidente do senado, Eunício de Oliveira (CE), costuma passar na casa de Sarney para uma conversa, assim como o líder do PMDB, no senado Renan Calheiros, e o presidente da sigla, senador Romero Jucá. No último sábado, Sarney saiu das sombras e foi ao Palácio do Jaburu se reunir com o presidente Michel Temer. Ele permaneceu mais de duas horas com Temer, a quem teria dito para ficar firme. A aliados, Sarney disse que Temer não renunciará e repetiu a avaliação feita por integrantes do Palácio, tudo isso na época nebulosa que passava o governo. Isso demonstra claramente a influencia do velho oligarca na politica brasileira. Tudo que acontece de ruim historicamente no Brasil tem o dedo ou a mão de Sarney, que quer de uma forma ou de outra se perpetuar a vida toda no poder. Sarney e sua clã representa o câncer na politica brasileira. Chegou a hora de dá um basta em tudo isso. Fora Temer!!!!!Fora Sarney!!!!.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Câmara aprova solicitação do vereador Cézar Bombeiro que inclue auxilio-transporte de servidores no contracheque

aldir
Aprovado desde o dia 19 de setembro pelo plenário da Câmara Municipal de São Luís, que ainda não houve qualquer manifestação do prefeito Edivaldo Holanda. O vereador pede que a concessão do auxilio-transporte para os servidores públicos da municipalidade, seja idêntica a dos servidores públicos estaduais e federais. Ele é consignado em valores e inserido no contracheque, deixando a responsabilidade da utilização pelo próprio servidor.
        A realidade da Prefeitura de São Luís a concessão do benefício é feita através de cartão de transporte. O servidor que não utilizar o seu crédito durante o mês de trabalho, os créditos são acumulados. Subtende-se que ao conceder o crédito ao servidor público, a Prefeitura de São Luís, naturalmente faz o devido pagamento ao Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos.
       Diante dessa realidade, em que muitos servidores municipais acumulam crédito, havendo casos de funcionários com até com quatro mil reais acumulados em cartões, significa que os valores, que poderiam servir de benefício aos funcionários, principalmente com as dificuldades que enfrentam, acabam se constituindo um fundo bastante compensador para os proprietários de empresa,  em detrimento de um direito do servidor público, destaca o vereador Cézar Bombeiro.
       O vereador destaca, que o seu requerimento visa a que o prefeito de São Luís, faça como os governos estadual e federal  que concedem o auxilio-transporte em dinheiro no contracheque. A pratica atualmente utilizada pela municipalidade, visa unicamente beneficiar os donos de empresas, além de que o servidor público vai acabar sendo totalmente prejudicado, uma vez que a tendência é que os créditos acabem sendo incorporados definitivamente pelos empresários, o que é bastante lamentável , manifesta-se o líder do PSD. Sindicatos das categorias de servidores públicos municipais, estudam ingressar na justiça, tendo como respaldo e referências os governos estadual e federal, diz Cézar Bombeiro, relatando ter sido informado por algumas lideranças sindicais.

Gestores municipais destacam desenvolvimento da agricultura familiar com o apoio do Governo do Maranhão

  Secretário Adelmo Soares destaca a importância do PAA para o desenvolvimento dos municípios. (Foto: Divulgação)
 
Secretários municipais de agricultura, técnicos e agrônomos de 27 municípios maranhenses participaram do Encontro de Troca de Experiências e Avaliação da Execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O PAA é executado pelo governo estadual para combate a insegurança alimentar e incentivo aos agricultores. O encontro, inédito no estado, foi realizado pelo Sistema de Agricultura Familiar (Agerp, Iterma e SAF) nos dias 13 e 14 deste mês.
O evento teve como objetivo avaliar o programa que está sendo executado nos municípios e esclarecer as dúvidas, além de receber sugestões para melhorar ainda mais a ação nos municípios. Para a execução do PAA estadual estão sendo investidos R$ 3,25 milhões em 44 municípios. Só este ano, estão sendo executados recursos da ordem de R$ 16 milhões.
“Esse primeiro encontro dos municípios contemplados com o PAA é importante porque só por meio de parcerias que podemos avançar. O PAA é uma ação importantíssima desenvolvida na gestão do governador Flávio Dino e permite avançarmos nas políticas públicas. É importante para os municípios porque compramos de quem produz e doamos para quem precisa, fazendo com que o município possa se desenvolver”, enfatizou o secretário estadual de Agricultura Familiar, Adelmo Soares.
Para o secretário municipal de Agricultura de Conceição do Lago Açu, Quintino Marinho, o PAA está sendo uma mudança de realidade das famílias do município. Conceição do Lago Açu faz parte dos 30 municípios atendidos pelo Plano Mais IDH do Governo do Maranhão.
“Hoje os agricultores familiares de Conceição de Lago Açu estão satisfeitos com essa ação, porque nunca houve um programa nesse sentido. Antes eles perdiam a produção, hoje eles estão recebendo com dignidade aquilo que eles produzem, além de ajudar as pessoas carentes do município”, pontuou Quintino.
Loreto
“O PAA está sendo um trabalho maravilhoso. Nosso município está se desenvolvendo, os agricultores estão animados e cada vez mais organizados e, além de fornecer alimentos saudáveis na mesa da nossa população. Com os alimentos do PAA estamos atendendo 411 crianças da casa de apoio Lar Doce Lar de Loreto. É um trabalho fantástico!”, declarou animada a secretária municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar de Loreto, Socorro Bringel.
Bacuri
“No início do programa, os agricultores não confiavam. Quando saiu o primeiro pagamento foi possível perceber a confiança no programa e o aumento da produção dos agricultores familiares. Mas, o que nos deixa ainda mais orgulhosos com o programa é quando a gente chega numa escola, onde os alunos iriam comer apenas arroz e sardinha e, agora, feijão, saladas, frutas são inseridos na alimentação”, esclareceu o secretário de Agricultura de Bacuri, Arnaldo Pessoa.
Alto Parnaíba
“Nosso município é o mais distante, cerca de 1.100 quilômetros. As dificuldades lá são imensas, principalmente, acessibilidade e logística. Mesmo sendo o último município do Maranhão, as ações do Governo estão chegando e está mudando a vida de muitas famílias que vivem da agricultura familiar. Atualmente, os alimentos estão sendo destinados para creche, Casa de Apoio, Casa da Criança e CRAS”, declarou o secretário de Agricultura de Alto Parnaíba, Agnaldo Tavares.
O secretário disse ainda que esse momento de diálogo é importante para esclarecer as dúvidas e conhecer a execução do PAA nos outros municípios. “Acreditamos que é dessa forma, dando condições aos agricultores familiares, que iremos incentivar a permanência no campo”, afirmou.
Municípios que participaram do encontro
Cajari, Loreto, Godofredo Viana, Governador Newton Bello, Amapá do Maranhão, Junco do Maranhão, Igarapé do Meio, Conceição do Lago Açu, Araioses, Itaipava do Grajaú, Fernando Falcão, Alto Parnaíba, Bacuri, Aldeias Altas, Carutapera, Luís Domingues, Presidente Vargas, Santo Antônio dos Lopes, Lago dos Rodrigues, Santo Amaro, Porto Rico, Poção de Pedras, Santa Filomena, Mirador, Peritoró, Lagoa Grande do Maranhão e Pedro do Rosário.

Sexta edição da Feirinha da Ponte traz ações de inclusão, esporte e cultura

Governo do Maranhão promove Feirinha da Agricultura Familiar em Pedro do Rosário. (Foto: Gilson Teixeira)
 
O clima de muita animação estará presente na sexta edição da Feirinha da Ponte, neste sábado (18), com a venda de produtos como frutas e hortaliças com preços acessíveis, vendidos diretamente pelos agricultores assistidos pelo Programa Agropolos, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e, também, pelo Sistema de Agricultura Familiar. São produtos agroecológicos vendidos a preços acessíveis.
A Feirinha da Ponte está se consolidando como novo canal de comercialização de hortifrutis, vantajosa tanto para produtores, quanto para consumidores, além de mais uma opção de lazer aos sábados, reunindo cultura, gastronomia, esporte e lazer. Este projeto é o resultado de um trabalho conjunto de secretarias estaduais e municipais, como: Sagrima, Agricultura Familiar (SAF), Esporte e Lazer (Sedel), Administração Penitenciária (Seap), Trabalho e Economia Solidária (Setres), Desenvolvimento Social (Sedes), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) e Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel).
A comercialização de frutas, verduras e derivados significa mais renda para pequenos produtores como Samara Rodrigues, do Agropolo da Ilha. “É uma forma, para a gente que é agricultor, que planta, vender. Antes a gente não tinha como comercializar nossa produção”, afirmou.
A Feirinha acontece todos os sábados na Praça Maria Firmina dos Reis, a partir das 8h. Além do tradicional Aulão de Zumba, a animação desta edição ficará por conta do Tambor de Crioula Unidos Venceremos e do Forró do Vinil. Além disso, este sábado contará com um torneio de basquete para cadeirantes promovido pela Sedel.
Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, a feirinha é mais um canal de comercialização para os agricultores do Agropolo da Ilha, que hoje já abastecem feiras livres e três redes de supermercados da capital. “Os produtores vêm recebendo assistência técnica e gerencial, sementes, biofertilizante e outros insumos e agora têm cada vez mais oportunidades de comercialização, contribuindo para diminuição das nossas importações de alimentos”, destacou.
Programação
8h – Início das Vendas
8h30 – Zumba
9h – Tambor de Crioula Unidos Venceremos
10h – Forró do Vinil

Informativo da Câmara Municipal de São Luís

PREMATURIDADE : HU-UFMA comemora Dia Mundial do Prematuro


Evento evidencia o papel importante da equipe multiprofissional e das famílias na assistência ao prematuro

Durante toda a gestação, o sonho da mãe é que seu filho nasça saudável e possa voltar em seus braços para casa em poucos dias. Mas nem sempre a realidade imita o sonho. É o caso do bebê que nasce com menos de 37 semanas de gestação, considerado prematuro ou pré-termo. No Brasil, o nascimento de bebês prematuros corresponde a 12,4% dos nascidos vivos, de acordo com dados do Sistema de Informações Sobre Nascidos Vivos (Sinasc) do Ministério da Saúde.

Por se tratar de um grave problema de saúde pública no Brasil, responsável pelos elevados índices de morbimortalidade neonatal, foi instituído o Dia Mundial do Prematuro, como forma de alertar para a situação, celebrado oficialmente na data de 17 de novembro.

O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), promove nesta sexta-feira, 17, uma manhã repleta de informações, depoimentos e homenagens para evidenciar o papel importante da equipe multiprofissional e das famílias que vivenciaram a internação do filho na UTI neonatal do HU-UFMA. O evento acontece no auditório do 4º andar da Unidade Materno Infantil, a partir das 8h. Será realizada também uma caminhada na Litorânea no dia 19, às 9h, com a participação de profissionais e familiares das crianças egressas da UTI Neo.

A atenção ao neonato prematuro nas unidades de terapia intensiva neonatais (UTIN) tem sido aperfeiçoada continuamente, tendo como consequência o aumento na sobrevida de recém-nascidos (RN) cada vez mais prematuros. No HU-UFMA, esse cuidado é realizado pela equipe multiprofissional da Unidade de Cuidados Perinatais, que também é o Centro Coordenador da Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Risco- Método Canguru, há mais de 20 anos.

De acordo com a chefe da Unidade de Cuidados Perinatais, Patrícia Franco Marques, houve um avanço considerável no cuidado neonatal e na tecnologia médica empregada nas UTIN nas últimas décadas. “O que tem permitido um aumento na sobrevivência de recém-nascidos com muito baixo peso e recém-nascidos com extremo baixo peso”, explica.

O HU-UFMA é tido como um Centro de Referência Nacional do Ministério da Saúde para a Atenção Humanizada ao recém-nascido de baixo peso – Método Canguru, cuja coordenação é da neonatologista, Marynéa Vale. Ela destaca que o Método Canguru é um modelo de assistência perinatal voltado para o cuidado humanizado. “Reúne estratégias de intervenção biopsicossocial e a atenção humanizada à criança, seus pais e à sua família, respeitando-os em suas características e individualidades. A adoção do Método Canguru visa fundamentalmente uma mudança de atitude na abordagem do recém-nascido e sua família”.

Unidade de Cuidados Perinatais

A Unidade distribui-se em cinco diferentes setores: atendimento no Centro de Parto, Alojamento Conjunto, Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (UTIN), Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais (UCINCo), Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais Canguru (UCINCa) e Ambulatório de Seguimento de Pré-termo. O bebê é acompanhado desde a vida intrauterina na enfermaria de Gestação de Alto Risco até os sete anos de idade, quando recebe alta do seguimento ambulatorial especializado.

Mensalmente, são admitidos em média 15 bebês pré- termos na UTIN. Eles são acompanhados juntamente com suas famílias pela equipe multiprofissional até a alta, quando são encaminhados para o ambulatório de seguimento e/ou ambulatórios da Atenção Básica, através de parcerias estabelecidas previamente.

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Golden Shopping Calhau sediará a 2ª Copa Nordeste de Snooker Six Red

Atletas e torcedores dos esportes de bilhar ganharam uma nova praça desportiva para a realização de grandes eventos nacionais. É o Golden Shopping Calhau, onde acontecerá a 2ª Copa Nordeste de Snooker Six Red, no período de 24 a 26 deste mês. Com realização da Federação Maranhense de Bilhar e Sinuca (FMBS) e Golden Shopping, a competição é o primeiro grande evento de esportes do novo shopping center de São Luís (MA), situado na avenida dos Holandeses. Todos os jogos da 2ª Copa Nordeste serão abertos ao público.
Com patrocínio do Governo do Maranhão e Grupo Mateus, a 2ª Copa Nordeste de Snooker Six Red tem apoio do Jornal Pequeno, Itaipava, Net, Mar Doce, Expresso Guanabara, Óticas Diniz, Pontestur, Polícia Militar, Sistema F iema, Praia Mar Hotel, Bus Transportes e Servbus. A competição, que integra o calendário oficial da FMBS, estimulará os atletas da região a aprimorarem o seu jogo e as suas técnicas em competições da modalidade snooker six red, diferenciada pela utilização de seis bolas vermelhas e regra diferenciada.
O evento proporcionará ainda aos atletas melhorarem as suas posições no ranking nacional da Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca (CBBS). A Copa será disputada por 64 atletas do Nordeste e convidados, com idade mínima de 12 anos, nascidos até dezembro de 2004 e inscritos por meio das federações filiadas à CBBS e que estiverem em plena regularidade. Os jogos acontecerão partir das 16h do dia 24 deste mês. A solenidade de abertura acontecerá às 15h do mesmo dia, com a presença de autoridades e convidados.
O presidente da FMBS, Lourival Bogéa, vice-presidente da CBBS, destacou que a realização da 2ª Copa Nordeste de Snooker Six Red no Golden Shopping é mais uma importante parceria institucional e um grande avanço consolidado pela Federação Maranhense. “Estamos muito felizes em realizar esta grande parceria com o Golden Shopping Calhau, centro comercial onde a FMBS possui um espaço permanente para a divulgação e promoção da sinuca profissional brasileira”, disse o presidente.
Localizado a poucos metros da principal praia do litoral ludovicense, o Golden Shopping Calhau está situado na avenida dos Holandeses, uma das áreas mais nobres e que concentra um importante polo econômico da capital. Com mais de 75.000 m² de área construída, um mix de lojas variadas e com uma moderna praça de alimentação, oferecendo diversas opções de lazer e entretenimento, o Golden Shopping Calhau é o local ideal para bons momentos e experiências únicas de lazer e compras e grandes eventos de esportes.

Informações da Câmara municipal de São Luis

Marcial Lima realiza audiência
sobre transporte e segurança
No próximo dia 24, o vereador Marcial Lima (PEN) promoverá mais uma audiência pública na Câmara Municipal de São Luís. Desta vez, o tema em discussão será o transporte e a segurança nos bairros da Cohab, Cohatrac e adjacências. A audiência está marcada para começar às 10h e deverá contar com a participação de representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, OAB, Ministério Público e Guarda Municipal.

De acordo com o vereador Marcial Lima, o objetivo é discutir soluções para os temas em questão. Na região da Cohab e Cohatrac, um dos problemas é o transporte no que diz respeito à situação de ruas e avenidas e à organização do trânsito, onde é necessário a instalação de semáforos para facilitar o tráfego na região.

Em relação à segurança, o principal ponto de discussão é sobre o 20º Batalhão da Polícia Militar, criado recentemente pelo governo do Estado. “O funcionamento do Batalhão do Cohatrac está em pauta. Ele foi criado no fim de setembro pelo governo do Estado, só que o batalhão não tem infraestrutura, é carente, não tem sala. Ele era uma companhia que virou batalhão. Então, vamos discutir esse assunto”, afirmou o vereador do PEN.

A audiência sobre o transporte e segurança  nos bairros da Cohab e Cohatrac integra o Fórum Permanente de Discussão, ação idealizada pelo vereador Marcial Lima para aproximar o debate entre a população e o Poder Legislativo. As discussões ocorrem em vários bairros de São Luís.
 
 
Pavão Filho pede recuperação
de UEB na Cidade Olímpica
 
A Câmara Municipal de São Luís aprovou requerimento do vereador Pavão Filho (PDT), no qual solicita ao prefeito Edivaldo Holanda Junior a reforma completa da Unidade de Educação Básica (UEB), na Cidade Olímpica (Colégio Azulão), que está  funcionando em estado precário.
 
Conforme a solicitação do vereador, a UEB precisa com urgência da implantação de salas climatizadas, em virtude da referida escola não dispor de infraestrutura adequada, para acomodar alunos, professores e colaboradores, o que dificulta de maneira significativa no aprendizado.
 
Considerado o vereado da educação, Pavão observa que o espaço escolar é um ambiente formador de personalidades e de representações, por isso, sua estrutura física deve ser atrativa para os alunos de forma que eles possam              sentir-se à vontade para desenvolverem suas atividades socioeducativas e desenvolverem seus pensamentos críticos.
                                                 
“Estudar em um ambiente agradável contribui positivamente no processo de aprendizagem e ao mesmo tempo tornar-se estimulante”, diz Pavão Filho.
 
Edson Gaguinho propõe reforma e ampliação de
espaços de lazer na região da Cidade Operária

Preocupado com a falta de estrutura para população em relação ausência de locais adequados para prática de esportes, lazer e eventos culturais, o vereador Edson Gaguinho (PHS), aproveitou o feriado nesta quarta-feira (15) e visitou dois importantes espaços de lazer que precisam urgentemente de revitalização na região da Cidade Operária. Acompanhado do Secretário de Esporte e Lazer do Maranhão, Hewerton Pereira, o parlamentar esteve no Complexo Esportivo e também no Viva da Cidade Operária. O objetivo das visitas foi analisar os dois espaços e traçar um plano de revitalização.
VIVA DA CIDADE OPERÁRIA
Inaugurado para ser um ponto de lazer e diversão da comunidade, o Viva da Cidade Operária está hoje praticamente sem função. Lixo, mato e iluminação precária são os principais problemas do local.
Para por fim à essa problemática, o vereador Edson Gaguinho propôs junto ao Governo do Estado a revitalização completa do local, o que inclui limpeza, iluminação nova, instalação de bancos, banheiros, segurança e a construção de uma academia popular.
COMPLEXO ESPORTIVO DA CIDADE OPERÁRIA
O Complexo Esportivo da Cidade Operária também recebeu a visita do parlamentar e do secretário de esportes do Estado.
No local, o parlamentar pleiteou a reforma e ampliação da quadra poliesportiva, além da manutenção e aperfeiçoamento da pista de bike cross.
O Secretário de Esporte e Lazer do Maranhão, Hewerton Pereira, se comprometeu em ajudar a comunidade. “As dificuldades são muitas, mas com essa união de forças vamos revitalizar esses espaço aqui na Cidade Operária. O vereador Edson Gaguinho está de parabéns, não mede esforços e sempre busca melhorar a vida das comunidades”, disse Hewerton.
De acordo com o vereador, a falta de opções de lazer para crianças e adolescentes, tanto no Viva como o Complexo Esportivo, tem decepcionado famílias que buscam na área formas de entretenimento. A falta de suporte de diversos equipamentos tem frustrado muita gente.
“A revitalização desses espaços proporciona mais incentivo à qualidade de vida da comunidade, tira as crianças e adolescentes da ociosidade e garante avanços sociais e econômicos. Acredito no apoio do Governo do Estado e por isso que estamos aqui”, finalizou Edson Gaguinho.
 
Sá Marques participa de caminhada em São Luís
pela Semana Estadual de Combate ao Feminicídio
 
O Vereador Prof° Sá Marques (PHS), que também é policial civil e um grande batalhador no combate a violência contra a mulher, participou na tarde do último sábado (11), de uma caminhada para chamar a atenção dos casos de mortes que têm como vítimas mulheres. A caminhada aconteceu na Avenida Litorânea e está inserida na programação da Semana Estadual de Combate ao Feminicídio. Sá Marques esteve acompanhado de várias autoridades políticas e policiais.
 
Na oportunidade, o parlamentar lembrou que recentemente foi aprovado um projeto de sua autoria na Câmara Municipal que garante um grande auxílio as mulheres vítimas de violência. O projeto de lei prevê amparo jurídico, policial e psicológico para mulheres que são agredidas. O auxílio vem por meio da gratuidade no transporte público, para que a vítima possa utilizar o ônibus coletivo para atendimentos como: realização de exame corpo delito, prestar queixa na delegacia e acompanhamento psicológico através da assistente social. O período de gratuidade é de 30 dias, prorrogáveis por mais 60 dias, caso necessário. O projeto já foi aprovado por unanimidade na Câmara, só falta agora a sanção da lei por parte do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. 
 
Durante a caminhada, foram entregues materiais educativos e as pessoas se revezavam utilizando o microfone e com o auxílio de um carro de som chamavam a atenção de todos na Avenida Litorânea para uma causa tão importante: O COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E OS CASOS DE FEMINICÍDIO.

Feirantes da Praia Grande fazem festa em homenagem a São José das Laranjeiras

No próximo dia 26 de novembro a feira da Praia Grande estará em festa. O evento será uma homenagem dos feirantes ao seu santo protetor, São José das Laranjeiras. O tradicional festejo está sendo organizado pela ASFETCOPAG (Associação dos Feirantes e Trabalhadores no Comércio da Praia Grande), tendo na presidência Ubiracy Sampaio – Bira.
Ele disse que está contando com a participação dos feirantes, frequentadores e de toda a sociedade para a realização do festejo, que terá uma vasta programação religiosa e cultural. “Essa será mais uma grande festa, onde como sempre teremos um ambiente saudável e de confraternização durante todo o dia, proporcionando momentos de saudação religiosa a São José das Laranjeiras, e de diversão e lazer para todos que vierem prestigiar o nosso festejo”, afirma Bira.
A programação terá início logo a partir das 6 horas com uma confraternização e alvorada de fogos, e logo após, às 6:30 um café da manha, como preparação para as 7h fazer a partida de uma romaria a São José de Ribamar, quando as 8h os romeiros assistirão a celebração de uma missa em louvor a São José das Laranjeiras.
Ao final do ato todos estarão retornando a feira da Praia Grande, para as 11h participarem de uma procissão em volta da feira, seguida de um almoço a todos que estiverem no recinto. Como maneira de proporcionar momento de cultura e lazer às 14h iniciará a tradicional seresta, devendo a festa se prolongar até às 19h, quando encerrará o festejo.  

Zé Inácio (PT) vistoria áreas para implantação dos Diques da Produção em Bequimão

 
O povoado de Mojó/Jacioca em Bequimão será um dos primeiros municípios da baixada maranhense contemplado com o projeto Diques da Produção. A obra que está prevista para iniciar na próxima semana, foi vistoriada nesta terça-feira 14/11, pelo deputado Zé Inácio, o Prefeito Zé Martins e engenheiros responsáveis pelo projeto.
 A obra viabilizada pelo Governo do Estado irá atender várias famílias entre o povoado Mojó e Jacioca na região, e garantir para os produtores rurais durante todo o ano pescados, plantações agrícolas e a criação de gado, que são escassos durante o período da estiagem. 
"O projeto proporcionará a redução dos índices de insegurança alimentar, e a abrangência social e econômica com geração de trabalho, emprego e renda para o município de Bequimão", disse Zé Inácio.
O deputado Zé Inácio ainda irá destinar emenda parlamentar para que o projeto seja ampliado no município de Bequimão. Com a emenda poderá ser retomada a obra no povoado Areal, para a finalização da barragem do Félix, mais a construção de um Dique da Produção no povoado Beira do Campo/Mafra.
Participaram também da vistoria o Vice-prefeito Magal, o Secretário de Assistência Social Josmael Castro, o Secretário de Obras Tonho Martins, os vereadores Professor Zeca e Vadico do Areal, e o Engenheiro da Secretaria de Desenvolvimento Humano-Sedes Eduardo Castelo Branco e o Gerente Regional da Edeconsil Francisco Xavier.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Elisa Lucinda faz conferência sobre o poder da palavra na FeliS

Elisa Lucinda narrou histórias de sua vida cotidiana pautada, em especial, na luta contra o racismo
Poesia, música e bom humor deram o tom da conversa com poetisa, jornalista, cantora e atriz Elisa Lucinda em sua conferência "A palavra é poder", realizada na noite desta terça-feira (14), no Anfiteatro Beto Bittencourt, na Praia Grande. A palestra integra a programação da 11ª Feira do Livro de São Luís (FeliS) promovida pela Prefeitura de São Luís, com o apoio do Governo do Estado.
Nascida em Vitória (ES), a atriz e escritora, Lucinda narrou várias histórias de sua vida – uma crônica do seu cotidiano pautada, em especial, na luta contra o racismo – e 'ensinou', de forma didática, o poder da palavra. "Com ela (a palavra) podemos desconstruir ou respeitar o cidadão. A palavra é lâmina. É jogo perdido ou jogo ganho. Eu estou aqui por causa dela", enfatizou ao anunciar que em abril de 2018 volta a São Luís para ministrar uma oficina de 'Poesia Falada': "Aqui eu me reconheço. Eu amo o Maranhão", disse a artista.
Lucinda discorreu ainda sobre o projeto "Versos de Liberdade: cuidando de quem cuida para transformar o futuro de todos e todas", que contempla socioeducadores e jovens em cumprimento de medidas. "A maior revolução que podemos realizar no Brasil, é a educacional. Não precisamos construir mais presídios", defendeu ao enfatizar que a falta de educação é um túnel para o mundo do crime.
Lucinda também mostrou todo o seu talento de atriz multifacetada ao cantar a capela a música "Palavras ao vento" dos cantores e compositores Marisa Monte e Moraes Moreira para ratificar e corroborar o seu discurso do poder palavra: "Ando por aí querendo te encontrar, em cada esquina paro em cada olhar, Que o nosso amor pra sempre viva, palavras apenas, palavras pequenas", palavras que ecoaram em coro uníssono dos presentes, que entenderam o "recado" da atriz: "não dá para mudar o começo. Se a gente quiser, pode mudar o final", sempre o poder e a política do cotidiano em que todos se ajudam pelo poder da palavra.
Lucinda autora de livros como A Lua que menstrua, Sósia dos sonhos, O Semelhante, Eu te amo e suas estreias, A Menina Transparente, Coleção Amigo Oculto, Contos de Vista, A Fúria da Beleza, Parem de falar mal da rotina, A Dona da Festa e Fernando Pessoa, o Cavaleiro de Nada e Aviso da lua que menstrua, reflete: "Cada palavra dita, antes de dizer, homem, reflita....Sua boca maldita não sabe que cada palavra é ingrediente que vai cair no mesmo planeta panela. Cuidado com cada letra que manda pra ela", encerrou.

Secretaria de Turismo, Sebrae e parceiros comemoram resultados do I Salão do Turismo

    Aula show de gastronomia. (Foto: Divulgação)
 
Artesanato, oficinas de reggae e Tambor de Crioula; aulas-shows de receitas tradicionais maranhenses, refinadas com alta gastronomia; capacitações voltadas para a área de turismo e hospitalidade e palestras sobre o setor, além de inúmeras experiências vivenciadas nos espaços organizados pela Secretária Estadual da Cultura e Turismo (Sectur) e Secretaria de Turismo de São Luís (Setur) atraíram os visitantes para a primeira edição do Salão do Turismo do Maranhão. O evento, realizado pelo Governo do Estado e Sebrae no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, de quarta a sexta-feira da última semana, reuniu 2.546 pessoas, com 432 capacitações.
“Tínhamos o desafio de realizar a primeira edição do Salão de Turismo, mas o tempo foi curto para mostrarmos tudo o que gostaríamos. Fizemos o que nos foi possível diante das circunstâncias de tempo e de orçamento e, ao final, apresentamos um ótimo trabalho”, destacou a superintendente de Promoção e Marketing da Sectur, Cristiane Muller, reforçando que o evento mostrou a riqueza cultural, histórica e natural que o estado oferece para o maranhense.
O diretor técnico do Sebrae no Maranhão, José Morais, destacou que a principal função do Salão de Turismo foi cumprida. “Não pensávamos em reunir um grande público nesta primeira edição, mas sim em interagir com o trade maranhense, integrando os polos turísticos e reposicionando o turismo no cenário de discussões sobre o desenvolvimento do Maranhão. Dentro deste contexto, tivemos feedbacks positivos de representantes empresariais e entidades do trade e, a partir deste evento, teremos um ponto de partida para trabalharmos em ações conjuntas para o fortalecimento do setor, numa parceria construtiva entre poder público e iniciativa privada”, enfatizou.
O I Salão do Turismo contou com a parceria institucional e significativa da Prefeitura de São Luís – por meio da Setur, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-MA), Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação do Maranhão (Sehama), Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-MA), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Universidade Federal do Maranhão e Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). “O Salão Foi uma grande oportunidade de estreitar o relacionamento com os municípios que integram os polos e todos tiveram tempo para conversar entre si, trocar experiências e o melhor: manter esse canal aberto, ampliando o potencial de geração de negócios”, apontou a secretária de Turismo de São Luís, Socorro Araújo, ao colocar a possibilidade de diálogo com os polos turísticos como um dos resultados positivos do evento.
Atrativos do evento
Durante os três dias do I Salão do Turismo, os municípios que integram dos dez polos turísticos maranhenses mostraram as belezas dos seus territórios ao público, utilizando recursos diversos – publicações e folhetaria informativa, audiovisual, fotografias. Tudo com o objetivo de destacar os principais atrativos regionais de São Luís, Lençóis Maranhenses, Chapada das Mesas, Delta das Américas, Floresta dos Guarás, Cocais, Lagos e Campos Floridos, Munin, Amazônia Maranhense e Serras Guajajaras, Timbira e Canela.
O secretário de Turismo de Riachão, Werbeth Kelnner, reforçou a importância de eventos dessa natureza para fortalecer o trade do Maranhão. “Além de ser uma excelente oportunidade para que os polos troquem experiências, o Salão foi um evento agregador do trade. Para nós do Polo das Chapadas, que ficamos mais ao sul do estado, eventos dessa natureza favorecem a aproximação com os demais municípios maranhenses com vocação para o turismo”.
Capacitação, informações e discussões relevantes sobre o setor, como regionalização e as Online Travel Agencies (OTA´s) marcaram a programação do I Salão de Turismo do Maranhão. “O evento foi de muita importância para ganharmos mais conhecimento e nos atualizarmos, além de proporcionar vivências com outros polos”, destacou a turismóloga Roseane Maia, do Polo Amazônia Maranhense.
Artesanato, cultura e gastronomia
O Programa Mais Artesanato do Governo do Estado se fez presente no I Salão de Turismo, proporcionando a 12 profissionais um espaço de exposição e comercialização de peças produzidas em fibra de buriti da Região dos Lençóis Maranhenses; bordados de São João dos Patos, rendas confeccionadas na Raposa; azulejaria, adereços bordados com miçangas e canutilhos de São Luís, além do artesanato em cerâmica produzido em São Luís e São José de Ribamar.
“O espaço atraiu os mais diversos públicos, desde aqueles que buscavam utensílios decorativos e acessórios aos que preferiram lindas peças feitas pelas mãos de uma rendeira”, ressaltou a coordenadora do Programa Estadual do Artesanato, Viviane de Jesus, ratificando as declarações da artesã Isabel Matos: “Vendi todas as minhas peças em cerâmica e já tenho encomendas”.
Oficinas de reggae e de Tambor de Crioula foram contribuições da Prefeitura de São Luís para o público do evento, ressaltando alguns dos expoentes culturais maranhenses. Os visitantes tiveram a oportunidade de dançar junto e aprender um pouco sobre ritmos que embalam a nossa cultura. “Muito bacana essas oficinas. Minha neta tem oito anos e me fez voltar novamente aqui para dançar o reggae com os instrutores”, disse a funcionária pública Paula Cirqueira.
No espaço destinado aos Sabores do Maranhão, a gastronomia foi apresentada de maneira diferenciada, com receitas tradicionais garimpadas nos polos turístico por 20 chefs da Associação Maranhenses de Artesãos Culinários (Amac), responsáveis pelo requinte dos pratos.