quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Beto Castro esclarece vídeo sobre 20 mil votos



 O vereador Beto Castro (PROS), garantiu que o vídeo publicado em sua própria página no Facebook em que fala sobre 20 mil votos se tratava apenas de uma projeção de votos e quem alcançasse essa votação em seu partido poderia até se considerar eleito.

 Indignado com a forma sensacionalista que o caso vem sendo repercutido por alguns veículos de imprensa, ele explicou o contexto das imagens, disse que "se espantou com a forma literal que parte da imprensa interpretou o caso e afirmou que não era preciso assunto ser levado muito a sério".

 O parlamentar declarou que vistoriava obras de pavimentação asfáltica, realizadas por ele com recursos próprios, na Vila dos Nobres, quando resolveu gravar um vídeo fazendo um comentário sobre essa projeção, mas não pensou que o caso iria provocar essa repercussão toda.

Castro disse ainda que a frase em que afirma que "sua palavra vale um tiro" é na verdade trecho de uma letra da música "Capítulo 4 Versículo 3", da banda Racionais.

 "Eu não ia comentar sobre isso, mas eu preciso esclarecer. Uma coisa é quando alguém faz uma brincadeira e brinca com um fato cotidiano da vida de nós todos, mas eu não admito que tratem de forma irresponsável o meu modo responsável de viver. O vídeo trata-se apenas de uma análise sobre a projeção de votos dos prováveis candidatos do meu partido, no momento em que eu vistoriava uma obra na Vila dos Nobres que está sendo realizada pelo nosso mandato com recursos próprios. Na mensagem usei a frase da letra da música "Capítulo 4 Versículo 3", da banda Racionais, para dizer que "minha palavra vale um tiro". Alguns setores da imprensa levaram as coisas muito a sério. Temos mil outros problemas para resolver e estamos trabalhando muito. Não podemos perder tempo com coisa tão pequena", declarou.

Estão abertas até quarta-feira (18), as inscrições para o Fórum de Segurança Alimentar de São Luís

Estão abertas até quarta-feira (18), as inscrições para o Fórum de Segurança Alimentar de São Luís
Prosseguem abertas até as 12h desta quarta-feira (18), as inscrições para o V Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional para a Sustentabilidade de São Luís, iniciativa da Prefeitura. O evento vai debater o tema 'Mudar o futuro da migração: investir em segurança alimentar e desenvolvimento rural'. As inscrições são gratuitas, com certificado de participação. O evento acontece nesta quinta-feira (19), no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), na Cohama, das 8h às 18h.
O fórum é realizado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa) e voltado para as comunidades produtoras rurais, profissionais da área, professores, acadêmicos e sociedade em geral. As inscrições são feitas pelo email:semsa.forum2017@gmail.com, onde o participante solicita a ficha de inscrição, preenche e reenvia; também pode entregar na sede da Semsa, à Rua Celso Magalhães, nº 78, Centro – próximo à Delegacia de Homicídios.
A ficha de credenciamento pode ainda ser acessada pela página da Prefeitura, no site: http://www.saoluis.ma.gov.br/, no link 'Editais'. Para outras informações, os interessados podem entra em contato com a organização, pelo telefone (98) 3212-8350.
Na palestra de abertura está confirmada a presença do representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil; e ainda representantes dos Conselhos Estadual e Municipal de Segurança Alimentar. A programação do evento conta com palestras, plenárias e discussões com integrantes de comunidades agricultoras e autoridades no assunto.
Entre os objetivos do fórum está a discussão de estratégias pela melhoria da vida na zona rural, incentivos para produção e qualificação dos produtores familiares.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Deputado Weverton Rocha participa de encontro com lideranças políticas em Nova Olinda


Diversas lideranças políticas se reuniram em Nova Olinda do Maranhão para falar sobre o projeto de desenvolvimento para o Maranhão. O encontro, realizado pelo ex-prefeito Delmar Sobrinho, teve a presença do deputado federal Weverton Rocha, do deputado estadual Raimundo Cutrim e do ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim.
Delmar Sobrinho afirmou que apoia o trabalho que vem sendo feito pelo governador Flávio Dino e conta com a bancada federal e estadual para promover crescimento para a região. “Temos construído junto com os companheiros e a população um projeto coletivo para 2018. Esse foi mais um importante passo, para levarmos a Nova Olinda e toda região do Oeste Maranhense mais avanços e políticas públicas”, destacou Weverton.

Deputado Weverton acompanha governador Flávio Dino em extensa agenda de inaugurações e anúncio de obras

 
O deputado Weverton Rocha tem visitado o Maranhão com o objetivo de ouvir a população sobre suas pautas e necessidades e oferecer apoio, por meio de sua atuação parlamentar, ao trabalho que vem sendo realizado pelo governo em todo o estado. No último final de semana, o deputado acompanhou o governador em uma agenda de viagens pelos municípios de Araioses, Água Doce, Paulino Neves, Barreirinhas e Chapadinha.
“Onde antes a atuação do governo estadual era nula, ou muito tímida, agora a população pode perceber a presença de políticas públicas que melhoram a qualidade de vida de todos”, avaliou o deputado Weverton Rocha.
Agenda
Em Araioses, o deputado participou da entrega, feita pelo governador, de obras do Mais Asfalto e Ações do Mais IDH, entrega da nova unidade do Viva Procon, de um sistema de abastecimento de água no povoado de Carnaubeiras, e do Programa Mutirão Rua Digna na Ilha Canárias. Já em Água Doce do Maranhão, foram entregues 100 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Meu Maranhão, além da revitalização do Centro de Ensino José Vieira da Silva.
A comitiva seguiu para Paulino Neves, onde foi inaugurada uma ponte de concreto sobre o Rio Novo, que liga os Lençóis Maranhenses ao Delta do Parnaíba, importante polo turístico da Rota das Emoções. “É um sonho antigo que agora se consolida. Isso viabiliza que turistas de estados vizinhos sejam atraídos para o Delta e os Lençóis. Paulino Neves está no coração desse processo”, declarou o governador Flávio Dino.
Em Barreirinhas, o governador inaugurou a Unidade Escolar Municipal José Alves de Sousa, que integra o Programa Escola Digna, a Delegacia de Polícia Civil, obras de pavimentação asfáltica da Rua Santo Antônio e fez vistoria às obras da pavimentação asfáltica da 2ª etapa do Programa Estadual Mais Asfalto.
A agenda terminou em Chapadinha, onde o deputado acompanhou o governador e sua comitiva em visita às obras do Hospital Regional e obras do Mais Asfalto e prestigiou a entrega do título Doutor Honoris Causa ao governador, durante palestra de encerramento da Semana Acadêmica e do Encontro de Iniciação Científica da Faculdade do Bairro Parnaíba.

Informativo da Câmara Municipal de São Luís

Flávio Dino recebe comitiva de Apicum-Açu e garante Escola Digna, Mais Asfalto e incentivo à pesca

05486_governador_flavio_dino_se_reune_com_comitiva_de_apicum_acu_gilson_teixeira_2824144150278886243
 
O município de Apicum-Açu recebeu, nesta sexta-feira (17), novas garantias de investimentos e obras do Governo do Maranhão. Em audiência realizada pelo governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, a comitiva formada por vereadores e lideranças políticas do lugar levaram demandas da população, que foram ouvidas e atendidas pelo governo estadual.
Foi anunciada a inauguração de duas escolas nas próximas semanas, melhorias para o cais da cidade, a construção de uma unidade de beneficiamento de pescado, incentivo à educação, ao esporte e à capacidade produtiva local.
“Tratamos aqui de assuntos de interesse do município, estamos debatendo como ampliar ainda mais a presença dos serviços públicos fundamentais nesse município tão importante no nosso estado”, afirmou o governador.
“Nós estamos fazendo um grande investimento para a inauguração da escola Amado Joaquim, em breve estarei no município para esta inauguração, sonhada, aguardada há tantas décadas; também levaremos aulas de preparativo para o Enem no município; discutimos a construção de uma quadra e a melhoria do estádio do povoado de Tereré”, afirmou.
Sobre a capacidade produtiva da região, Flávio Dino destacou os investimentos no porto da Juçareira, que passará a contar com um posto de beneficiamento do pescado.
“Sabemos da importância do cais e me comprometi também com a construção de uma unidade de beneficiamento do pescado, um reconhecimento à produção do município que abastece toda essa região do Maranhão e também é exportada para outros estados”, explicou.
Além da expectativa
Para o presidente da Câmara dos vereadores, José Gilson, a audiência com o governador produziu frutos além do esperado, um benefício que será bem recebido pela população apicuense.
“O governo já está realizando várias obras em Apicum-Açu e hoje nos recebeu e garantiu a entrega dessas obras e também atendeu nossas novas reivindicações, como o cais da Juçareira, o estádio do povoado Tereré e outras demandas, e é isso que a gente esperava do nosso governo, que na verdade foi além da nossa expectativa”, afirmou.
Liderança política no município, Zequinha Ribeiro afirmou que a atenção do Governo do Maranhão ao município faz a diferença na atual situação enfrentada pelo país.
“O governador nos recebeu e nos garantiu parcerias, além de novas obras que ele vai anunciar em Apicum-Açu. Isso nos traz esperanças mesmo num momento tão difícil para os municípios como é o atual”, disse.
Apicum-açu será beneficiada ainda com a nova etapa do Mais Asfalto, para melhorar a mobilidade da população local, equipamentos como um trator, poços artesianos, dentre outras ações.

Cézar Bombeiro solicita recuperação de feira e ruas na area Itaqui Bacanga


O vereador Cézar Bombeiro (PSD) requereu através da mesa diretora da Câmara Municipal, que seja encaminhada ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda de Braga Junior  e ao secretario municipal de Agricultura, Pesca, Abastecimento de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT) a indicação de recuperação da feira do bairro do Bacanga. A solicitação tem como objetivo apresentar o estado de abandono que se encontra  a feira do bairro do Bacanga. Sabendo-se que a prefeitura através da SEMAPA vem realizando um magnifico trabalho de recuperação de diversas feiras de São Luís.
Por outro Lado,  em outro requerimento, o vereador Cézar Bombeiro ( PSD), pegando o gancho,  solicitou a mesa da Câmara um outro pedido, com indicação ao governo do estado, através da secretaria de Infraestrutura, em parceria com a prefeitura de São Luís a pavimentação das ruas através do programa "Mais Asfalto" nos bairros do Sá Viana, Vila Bacanga e Vila Embratel.

Homofobia: o preconceito começa em casa e avança nas ruas, deixando um rastro de violência

Homofobia: o preconceito começa em casa e avança nas ruas, deixando um rastro de violência
Era uma tarde de domingo dos anos 70, como outra qualquer. Crianças brincavam em uma das travessas da avenida Kennedy, em São Luís. A diversão escolhida era cantiga de roda, brincadeira comum na época, em que meninas dançavam e cantavam rodando em círculo de mãos dadas.
“Eu sou uma viuvinha que vem de Belém, quero me casar, mas não acho com quem...”. O único menino do grupo entrou no meio da roda, dançando e cantando a estrofe da música, mãos na cintura, rebolando os quadris. Feliz e desenvolto na pureza do seu universo infantil.
Mas, pelas regras impostas pela sociedade de então, aquela brincadeira de roda não era para meninos, e sim, exclusivamente de meninas. E o garoto de seis anos pagou caro pela ousadia de dançar daquele jeito. 
“Meu pai, de longe, me viu cantando e dançando igual às meninas, tirou o cinto e me deu uma surra no meio da rua, na frente de todos. Ele me arrastou pra casa aos gritos de ‘viadinho’ e dizendo que eu tinha que aprender a ser homem”, conta o cabelereiro Kléber Silva, hoje, com 45 nos.
Quase quarenta anos depois, este episódio e tantos outros que vieram em seguida, no próprio ambiente familiar, ainda estão presentes na memória de Kléber. “Papai me espancava muito e quase todos os dias. Não aceitava o fato de eu me comportar como menina”.
Kleber conta que, desde muito criança, se sentia diferente e desconfortável por ser menino. Queria se vestir como menina. Desejava vivenciar o universo feminino, sentia que fazia parte dele. “Eu sonhava em fazer balé e caminhava dentro de casa, e também nas ruas do bairro, na ponta dos dedos dos pés, imitando as bailarinas. Na escola, eu assistia aulas de ginástica rítmica e via a professora ensinando passos de balé. Ao chegar em casa, ficava repetindo os pliês em frente ao espelho. Quando meu pai via aquilo, me enchia de taca”, relata.
Mas o pai jamais permitiu que ele concretizasse o sonho de estudar balé. Kleber lembra que a intolerância e violência eram tão presentes em sua infância e adolescência, que sofria espancamento até quando já estava dormindo. Isso acontecia nas ocasiões em que o pai chegava em casa, no meio da noite, alcoolizado, invadia o quarto e arrancava o garoto da cama, sob cintadas. E de nada adiantavam os apelos da mãe.
Ele relata que apoio emocional encontrou apenas na mãe, que sempre o apoiou, dando-lhe todo amor. Hoje, Kleber é transformista e se apresenta em shows artísticos. “Quando eu estou montada, me chamo Pamela”, acrescenta.
Identidade - A violência sofrida pelo cabelereiro Kléber no ambiente familiar, durante toda a sua infância e adolescência, não difere muito da realidade vivenciada por grande parte dos LGBTs.  Em muitos casos a homofobia começa dentro de casa em forma de pai e mãe, mas fora dela o preconceito não tem forma, rosto, nem gênero.
A psicóloga Artenira Silva esclarece que, na infância, por volta dos quatro a seis anos, começa a ser construída a identidade de gênero da criança - se ela se identifica como menino ou como menina. Já no início da adolescência começa a ser definida a orientação de gênero. O garoto e a garota vão começando a ter desejo sexual e descobrem o que atrai sexualmente - se o sexo oposto, o mesmo sexo ou se têm atração por ambos os sexos.
Artenira Silva ressalta que os pais e mães precisam ler e se informar mais sobre o assunto para entender que a sexualidade humana é extremamente complexa. “Reprimir a identidade de gênero e humilhar o filho ou a filha só vai destruí-lo”.
“MÃE, NÃO ME DEIXE MORRER”
Divulgação/ Tv Assembleia
Jovem foi submetido a tortura a mando da mãe; Jock Jean fala sobre a mobilização LGBT e os números confirmam a violência
Jovem foi submetido a tortura a mando da mãe; Jock Jean fala sobre a mobilização LGBT e os números confirmam a violência

O preconceito no âmbito familiar é, sem dúvida, a mais dolorosa das homofobias. E a mais indiscutível. São poucas as pessoas homossexuais que passaram incólumes a essa triste experiência que marca, às vezes, de forma indelével, toda uma vida.
Diferente do preconceito e da discriminação que vem de estranhos, a homofobia familiar vem de quem deveria amar e proteger e em relação a quem os homossexuais são mais vulneráveis emocionalmente. Há casos em que a violência dos pais alcança níveis extremados.
“Mãe, não me deixa morrer”. A frase em tom de desespero foi a última tentativa do adolescente Itaberli Lozano, de 17 anos, permanecer vivo. Mas seu clamor não foi atendido.
Sites de notícia informam que aprisionado em um quarto de sua casa, o rapaz foi morto com golpes de faca no pescoço, que teriam sido desferidos pela própria mãe, Tatiana Lozano Pereira, de 32 anos, com a ajuda de mais duas pessoas. O crime aconteceu em dezembro do ano passado em Cravinhos (SP), ganhou ampla divulgação na mídia e mobilizou a opinião pública. Itaberli era homossexual.
O corpo do adolescente foi encontrado quatro dias depois, carbonizado em um canavial próximo a Cravinhos. Além das facadas, havia muitas marcas de espancamentos. A mãe relatou à polícia o apelo que lhe foi feito pelo filho, mas atribuiu a autoria das facadas mortais a dois jovens que ela contratou para dar uma lição no filho.
O advogado de Tatiana, que se encontra presa, tenta atenuar e afastar a homofobia como motivação do crime: “ela não queria matar, apenas dar um corretivo no filho”.
Corretivo - O crime que chocou o país aconteceu em São Paulo, mas, fato semelhante por pouco não ocorreu também em São Luís, em 2013. Uma mãe, revoltada por não aceitar que o filho de 14 anos tivesse se assumido gay, contratou três rapazes para ‘dar um corretivo’ no adolescente.
O jovem de 19 anos, que preferiu não ter sua identidade revelada, conta que passou por uma sessão de tortura, com muito espancamento e foi jogado de uma altura que quase lhe levou a óbito.
“Eu estava andando na rua quando apareceram três homens na minha frente e me disseram: trouxemos um recado da tua mãe, ‘viadinho’. Um deles me derrubou com uma rasteira e os outros começaram a me espancar com muita violência. Foi quando outro me agarrou pela camisa e me jogou de cima para baixo. Bati a cabeça muito forte e desmaiei. Quando acordei já estava no hospital Socorrão. Fiquei internado alguns dias e por pouco não morri”, relata o jovem. 
Para deixar marcas profundas, a homofobia intrafamiliar não precisa ser apenas física. Palavras e atitudes intolerantes vindas de pai ou de mãe não ferem o corpo, mas machucam a alma.
Foi o que aconteceu com o jornalista Jock Dean, 29, que se assumiu gay há 10 anos. A frase que ouviu da mãe, na ocasião, até hoje não foi esquecida. “Eu tomei a decisão de contar para a minha mãe e, naquele momento, ela me disse que tinha vergonha de mim. Doeu muito e posso garantir que de todas as situações vivenciadas em função da minha homossexualidade essa foi a mais pesada ”, afirmou.
Jock Dean assume sua expressão de gênero por inteiro. Usa maquiagem no dia a dia, sombra, batom vermelho e mantém as unhas longas, bem cuidadas e pintadas com cores escuras. “Quando entro em banheiro de shopping, para dar a retocada básica na maquiagem, alguns homens me olham de forma torta, risinho no canto da boca, expressão de escárnio. Preconceito em locais públicos, isso está presente no meu cotidiano”.
Jock Dean afirma que quando  percebe alguma atitude preconceituosa parte para  o enfrentamento. Diz que primeiro tenta entender se a pessoa está agindo daquela forma por ser ignorante, sem informação, ou por maldade e puro preconceito.  Confirmando a segunda hipótese, aí sim, ele altera a voz e fala mais alto.
Militância - Na rua, Jock relata ser muito comum ouvir piadinhas de homens que param os veículos, gritam e dão buzinadas. “Uma vez contei dez pessoas fazendo isso só enquanto eu esperava o ônibus para ir para o jornal. Aí, a gente se pergunta:  por que uma pessoa para alguns segundos do seu tempo para se importar com alguém só porque esta pessoa não é igual a ela?”.
Atualmente,  o jornalista Jock Dean integra o grupo ‘Curta Diversidade’, um coletivo LGBT que se reúne no Cine Praia Grande para exibir e debater sobre filmes, também promove rodas de diálogos com pais e participa de eventos para discutir o tema, quando convidado.
Jock é um militante da causa LGBT. “Quando se é LGBT a militância é perene,  desde a hora que se acorda até a hora que vai dormir. O simples fato de estar na rua, ser um LGBT assumido em um cenário atual com o conservadorismo avançando absurdamente é um movimento de militância”.
Ele afirma que “viver sem medo é uma forma de ativismo e o principal ato politico que um LGBT pode fazer por si é se assumir e viver sua sexualidade, livre de qualquer amarra”.
HOMOFOBIA DEIXA RASTRO DE SANGRE
Divulgação/ Tv Assembleia
Lucas foi assassinado em São Luís sob suspeita de homofobia; advogado Rafael Silva destaca que a sociedade precisa se mobilizar; delegado e  presidente do movimento LGBT relatam casos de violência
Lucas foi assassinado em São Luís sob suspeita de homofobia; advogado Rafael Silva destaca que a sociedade precisa se mobilizar; delegado e presidente do movimento LGBT relatam casos de violência

A homofobia é a repulsa ou aversão aos homossexuais. O preconceito em muitas sociedades impede que gays possam exercer livremente a sua cidadania ou viver em segurança. Alvo de discriminação, são constantemente ameaçados com insultos ou agressões físicas que, muitas vezes, levam à morte.
A Rede Trans e o Grupo Gay da Bahia divulgaram dados preocupantes. Só nos quatro primeiros meses deste ano, 53 transgêneros foram mortos - um aumento de 18% em relação ao ano passado. Transgêneros são as pessoas que se identificam com o sexo oposto ao atribuído quando do nascimento.
Os dados confirmam a intolerância contra a comunidade LGBT no país. Segundo o Grupo Gay da Bahia, no ano passado, foram registrados, no país, 343 assassinatos de gays, travestis e lésbicas, vítimas de agressões físicas.
O mesmo grupo afirma que a cada 25 horas, uma pessoa com uma dessas orientações sexuais é morta no Brasil. É o maior índice desde que o grupo começou a fazer este levantamento, em 1979.  Os números apontam que o Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo.
No Maranhão, a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos identificou 67 assassinatos, entre janeiro de 2008 e fevereiro de 2017, relacionados à orientação sexual ou identidade de gênero das vítimas.  Deste total, 49 assassinatos foram de gays (73%);  15 mortes de trans (22%); 1 morte de bissexual (2%) e 2 mortes de lésbicas (3%).  Em 2016, segundo a SMDDH, foram registrados 15 homicídios relacionados à homofobia. Em 2017 já há registro de 13 assassinatos.
Mesmo com todos os indícios de que os crimes têm motivação homofóbica, a falta de previsão legal no Código Penal para homofobia dificulta a punição mais rigorosa dos autores da violência.
Características - O delegado Guilherme Campelo esclarece que os crimes que envolvem preconceito de gênero têm características próprias, pois deixam marcas de ódio e grande rastro de sangue. Nos corpos das vítimas há mutilações que evidenciam tortura e, na maioria das vezes, são utilizadas armas brancas, pauladas e asfixia.
“Pela própria cena do crime em que as vítimas são deixadas, durante a investigação confrontamos as circunstâncias com a orientação sexual da vítima e o autor tomado por um ódio muito grande”, explicou.
A subnotificação pode estar mascarando a maioria dos casos, o que faz com que as mortes envolvendo LGBT sejam registradas como homicídios simples.
Em São Luís, pelo menos um caso recente se enquadra nestas características. No dia 31 de maio deste ano, o adolescente Lucas Carvalho, de 17 anos,  foi assassinado a golpes de faca no bairro da Divineia, em São Luís. Seu corpo foi encontrado com sinais de tortura, várias perfurações a faca no abdome, pescoço cortado e sinais de violência sexual. 
Depoimentos de vizinhos e alguns familiares confirmam que o rapaz era homossexual.  Cinco meses depois, o crime continua envolto em mistério e não há suspeito da autoria.  A mãe de Lucas, até hoje sofre pela falta de punição para os culpados e busca compreender os motivos que levaram à morte o filho. “Meu menino não tinha inimigos,  não procurava confusão, não andava errado. Ele só pensava em se divertir. Não entendo porque fizeram isso”.
MOVIMENTO LGBT LUTA PELA CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA
O presidente do Conselho Estadual LGBT do Maranhão, Airton Ferreira da Silva,  confirma a tese de que os casos de homicídio com motivação homofóbica não são notificados por falta de criminalização da homofobia no Brasil. “O fato de não criminalizar esta prática, como é o racismo, o feminicídio e a violência contra a mulher,  impede que tenhamos dados importantes para que o Estado possa investir em políticas públicas nesta área”, esclareceu.
O Movimento LGBT quer que uma lei parecida com a do Feminicídio seja sancionada para punir com mais rigor quem comete crimes contra gays e lésbicas
O presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA, Rafael Silva, afirma que falta vontade política para compreender que a homofobia é uma realidade na sociedade brasileira, mata e violenta pessoas.
“E esta violência acontece fisicamente e simbolicamente, ao longo da vida e todos os dias, em relação apenas a pessoas que estão lutando pelo direito de ser. Estão  lutando para expressar os seus afetos e por valores que são positivos para a nossa sociedade”, ressalta Rafael.
Ele explica que o movimento LGBT tem uma luta que é importante a todas as pessoas, mesmo as que não se inserem no grupo LGBT, porque é uma luta pela liberdade existencial, pela liberdade dos afetos, a luta pelo amor. “Evidentemente que a OAB faz parte dessa luta, ela não apenas apoia, é uma luta da OAB porque é uma luta da democracia”,  conclui.
Enfrentamento - O secretário de Direitos Humanos do Estado, Francisco Gonçalves, disse que a Secretaria vê com preocupação e tem criado campanhas para barrar a violência, apoiando e incentivando a população LGBT, os encontros, as paradas gays, os seminários e as articulações regionais e nacionais para fortalecer a agenda deste segmento.
A Secretaria de Direitos Humanos também está avançando  na consolidação do Conselho Estadual de Direitos da População LGBT e na construção de agendas de politicas públicas com as Secretarias de Saúde, Educação e Segurança Púbica.  Francisco Gonçalves afirma que há o enfrentamento das práticas violentas  contra a população LGBT e a maioria dos crimes foi apurada e espera-se a punição dos acusados.

HU-UFMA alerta para a prevenção do câncer de mama em ação educativa no shopping

 
Atividade acontecerá das 14h às 18h, na entrada da Praça de Alimentação
 
Como parte da programação do Outubro Rosa desenvolvida pelo Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), será realizada nesta quarta-feira, 18, uma ação educativa com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a prevenção do câncer de mama. A atividade acontecerá no Shopping da Ilha, das 14h às 18h, na entrada da Praça de Alimentação.
O ato contará com a presença de médicos, residentes e acadêmicos ligados a Unidade de Atenção à Saúde da Mulher do HU-UFMA, que estarão disponíveis para esclarecer as dúvidas da população. Também serão distribuídos folders explicativos e laços símbolos do outubro rosa. No local, serão vendidas camisas em prol da compra de próteses para reconstrução mamária de pacientes do Hospital Aldenora Bello.   
A programação da campanha foi organizada pela Unidade de Atenção à Saúde da Mulher, que durante todo o mês de outubro está realizando atividades voltadas para a prevenção, enfatizando a necessidade de visitas periódicas ao médico e a importância do autoexame das mamas para o diagnóstico precoce. O encerramento da campanha será no dia 30, com a palestra “Câncer de mama: há vida após o diagnóstico? ”, a ser proferida pelo doutor José Pereira Guará, no auditório da Unidade Materno Infantil.  
O Outubro Rosa é um movimento popular internacional que faz referência a luta contra o câncer de mama.

"A educação no Brasil nunca foi prioridade", lamenta Chaguinhas

Durante a sessão plenária desta terça-feira (17), o vereador Chaguinhas usou a tribuna da câmara municipal e São Luís, para falar sobre a falta de investimentos do governo federal para a área da educação pública do Brasil. Chaguinhas foi categórico e lamentou esse ato.
 
"A educação no Brasil nunca foi prioridade. O governo federal e de vários estados não investem na educação pública do Brasil. Lamentável essa situação, pois como ficam as novas crianças que dependem do ensino público de qualidade. Esperamos que um dia haja um governo decente e que possa realmente investir no bem maior, que é a educação", disse.

No mesmo ato, Chaguinhas parabenizou os professores da rede pública de ensino pela passagem do dia dos professores que comemora-se no dia 15 de outubro. “Nessa data tão importante, eu quero parabenizar todos os aguerridos professores que se dedicam e  dão o melhor de si para passar o conhecimento aos alunos. Que Deus possa abençoar a todos", disse. 

SÃO LUÍS - Agressor de mãe idosa é condenado a 10 anos de prisão

A pedido do Ministério Público do Maranhão, Roberto Elísio Coutinho de Freitas foi condenado, em 2 de outubro, a 10 anos de reclusão, por ter agredido física e psicologicamente a sua própria mãe, Joseth Coutinho de Freitas, 84, por mais de dois anos. Ele deverá cumprir a pena inicialmente no presídio de Pedrinhas, em São Luís. O acusado também foi sentenciado ao pagamento de multa de R$ 2 milhões.

A Denúncia foi oferecida pelo promotor de justiça de Defesa do Idoso de São Luís, José Augusto Cutrim Gomes. Proferiu a decisão a juíza Oriana Gomes.

O MPMA iniciou a investigação após a divulgação de vídeos na internet que registraram algumas das agressões físicas e torturas perpetradas pelo condenado. Também serviu de base para o início das investigações um boletim de ocorrência feito, em 23 de maio de 2017, pelo filho do agressor e neto da vítima, acusando Roberto Elísio de ter agredido a idosa.

Nos vídeos, foi comprovado que Roberto Elísio se aproveitava do estado de saúde fragilizado da vítima, que sofre de Alzheimer, submetendo-a a castigos com emprego de violência e ameaças, causando sofrimentos físicos e mentais à sua própria mãe. Devido às imagens, o fato causou grande abalo social e ganhou repercussão nacional.

“O denunciado, de forma desproporcional e cruel, agredia a idosa com xingamentos, com tapas no rosto, puxões de braços, além de utilizar instrumentos contundentes para batê-la”, ressaltou o promotor de justiça na Ação Penal.

Na Denúncia, também constou o depoimento da empregada doméstica da vítima, a qual revelou que o agressor sempre teve um relacionamento conturbado com a mãe, mas a situação se agravou após o Alzheimer.

Igualmente foi relatado na Ação Penal que Roberto Elísio não trabalhava e passava o dia inteiro em casa, consumindo cigarro e bebidas alcoólicas. Além das sessões de maus-tratos, o denunciado explorava financeiramente a mãe, apropriando-se indevidamente do dinheiro dela, conforme foi comprovado pelos extratos bancários anexados nos autos.

A Denúncia apontou, ainda, que o agressor retardava ou dificultava a assistência médica à vítima.

Antes da Ação Penal, o MPMA solicitou a prisão preventiva do agressor e medida protetiva de urgência à idosa.

Governo realiza capacitação de agricultores, estudantes e tratadores de animais na Expoema

 
O início das capacitações promovidas pelo Governo do Maranhão durante a 60ª Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema) foi marcado pela variedade de público. Estudantes de Veterinária e Zootecnia, agricultores e tratadores de animais participaram de cursos e palestras oferecidos por meio da parceria entre Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), as Agências Estaduais de Defesa Agropecuária (Aged) e Pesquisa e Extensão Rural (Agerp) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
 
As atividades começam às 6h da manhã, com as palestras para tratadores, a primeira delas sobre o risco da alimentação de ruminantes com cama de frango. Ao longo do dia, a palestra “Impactos do uso de agrotóxicos na saúde humana e do meio ambiente” mostrou aos agricultores da Ilha de São Luís os cuidados no manuseio do insumo.
 
Simultaneamente, o curso de doma racional de animais, que acontece até sexta-feira, mostrou a estudantes as novas técnicas para lidar com equinos e muares, como explica o instrutor Vitor de Araújo. “A ideia de trazer esse curso é mudar essa mentalidade da doma com violência e imposição ao animal. Vamos trabalhando linguagem corporal e liderança sobre o cavalo, a criação de um laço de confiança com o animal”, disse.
 
Nesta quarta, se iniciam os cursos de silagem, irrigação e drenagem e criação de abelhas nativas, além das oficinas de beneficiamento de pescado, realizada em parceria com o SESI, e de produção do Biofertilizante Verdão.
 
Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, a difusão de conhecimentos e tecnologias é missão do governo estadual, além de ser um dos pilares do novo formato da Expoema. “Os produtores maranhenses tem uma enorme vontade de trabalhar e aumentar sua produção, só precisam da assistência adequada, para melhor utilizar os equipamentos e as tecnologias disponíveis. Esse é o nosso trabalho enquanto governo, ajudando os pequenos a se tornarem grandes”, disse.

Informações da Câmara municipal de São Luís

 Fátima Araújo realiza ação social
na Câmara Municipal nesta quinta
Acontecerá nesta quinta-feira, (19), estará realizando uma ação social na Câmara Municipal de São Luís em parceria com o PROCON/MA e VIVA, numa iniciativa da vereadora Fátima Araújo (PCdoB). O evento terá início às 08h e se estenderá até às 17 hs., e será direcionada para os servidores do Legislativo Ludovicense e para as pessoas que frequentam aquela casa parlamentar.
A ação social irá disponibilizar para os interessados os serviços de emissão de documentação como Carteira de Identidade, CPF, certificado de antecedentes criminais entre outros, “como forma de proporcionarmos um atendimento facilitado às pessoas para que possam garantir o acesso a cidadania”, garante a parlamentar comunista.
Esse tipo de iniciativa tem sido realizada ultimamente pela vereadora do PCdoB em alguns bairros da capital maranhense, onde já receberam essa ação social comunidades como da Vila Conceição/João de Deus, João Paulo e Residencial Lago Azul.
Gestores mirins visitam
Câmara Municipal de São Luís
 
O prefeito e a vice-prefeita mirins visitaram, na segunda-feira, 16, a Câmara Municipal de São Luís. Thiago Cutrim, de 11 anos, e Kimberly Saori, de 12 anos, estudam na Unidade de Educação Básica Maria Rocha, na Areinha, e foram eleitos por meio de um projeto da Prefeitura, que tem objetivo de despertar a consciência política e social em crianças e adolescentes, além de incentivá-los a conhecerem os trabalhos do legislativo e executivo.
Os chefes mirins do Executivo Municipal de São Luís foram eleitos a partir da apresentação de projetos voltados para a sustentabilidade.
A preservação do meio ambiente e o fim da corrupção serão prioridades no mandato das crianças. “A compra de voto é começo da corrupção no país e nós temos que combater essa prática. Além disso, precisamos ensinar as pessoas tanto na comunidade escolar, como na sociedade em geral, a importância de cuidar da natureza”, declarou o prefeito Thiago.
Durante a sessão legislativa, o presidente Astro de Ogum (PR) sugeriu que o projeto idealizado pelos gestores fosse discutido em uma reunião com a Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal. Após essa reunião, o projeto será votado pelos vereadores e passará a ser lei após a sanção do prefeito Edivaldo Holanda Jr.
No fim da visita, o prefeito Thiago e a vice Kimberly conversaram com os jornalistas que cobrem o dia a dia na Câmara.
As crianças terão um ano para participar de atividades da agenda da Prefeitura e pôr em prática o plano de governo.
 
Josué Pinheiro solicita policiamento
permanente para o bairro do Vinhais
Apresentando a justificativa de que a comunidade do bairro do Vinhais encontra-se em pânico diante dos sucessivos assaltos a pedestres, arrombamento de imóveis e de veículos, o vereador Josué Pinheiro (PSDB) está solicitando que a Mesa Diretora da Câmara Municipal encaminhe ofício ao governador Flávio Dino, que determine ao órgão relacionado ao assunto a permanência de policiamento veicular para a localidade.
Afirma ele que “segundo os moradores do bairro, os marginais se aproveitam das ruas desertas e sem segurança para praticarem assaltos e roubos em qualquer horário”. Com essa situação, o parlamentar social democrata completa: “diante da insegurança instalada, a comunidade faz um apelo às autoridades da segurança pública para disponibilizar a permanência de policiamento veicular ostensivo, visando garantir a segurança da local”.
“A comunidade encontra-se temerosa pelos constantes assaltos às residências, aos veículos e aos arrastões, tendo crescido o registro de casos”, acentua Josué Pinheiro, e diz que “o temor aumenta para o pedestre quando sai de casa, ou quando desce do transporte público, principalmente nas proximidades da Praça do Letrado”.
Silvino Abreu cobra a recuperação
do asfalto de rua do Habitar Apaco 

O vereador Silvino Abreu (PRTB) protocolou requerimento na Câmara Municipal solicitando que a Prefeitura de São Luís - por meio daSecretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) – realize, em caráter de urgência, a recuperação asfáltica da Rua 7, Quadra 9, no Habitar Apaco, Conjunto Cidade Operária.
O pedido de Silvino Abreu será enviado, por meio de ofícios pela Mesa Diretora da Câmara Municipal, ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e ao secretário da Semosp, Antônio Araújo. Ambos devem adotar as devidas providências para atender os moradores do Habitar Apaco, que cobram o benefício da Prefeitura.
Recentemente, Silvino Abreu visitou o Habitar Apaco – a pedido dos moradores do conjunto - e constatou que o pavimento asfáltico da via está totalmente deteriorado, impossibilitando o tráfego normal de veículos, causando prejuízos aos motoristas e incômodos aos moradores e visitantes.
No pleito ao prefeito e ao secretário, o vereador Silvino Abreu sugere que a recuperação total do pavimento asfáltico da rua do Conjunto Habitar Apaco, seja incluída no cronograma de obras públicas de recuperação das ruas da capital, que está sendo realizado em parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Estado.
Vereador pede reativação
de linha de ônibus 
 
Com o objetivo de garantir mobilidade para milhares de moradores de São Luís, o vereador Genival Alves (PRTB) protocolou um ofício junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal, solicitando que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), tome providência para reativar de forma imediata a linha Vila Luizão/João Paulo.
A linha possui 38 quilômetros e vai beneficiar usuários do bairros no entorno das avenidas: São Luís Rei de França, Holandeses, Casemiro Júnior, João Pessoa e Kennedy.
Segundo o parlamentar, a rota deve funcionar com cinco ônibus durante os dias úteis, quatro aos sábados e três aos domingos.
No ofício, Genival ainda sugere que os coletivos que forem fazer linha para região possam ser novos, com ar condicionado e disponibilizar o Bilhete Único, garantindo conforto e segurança para os usuários de transporte público.
Após tramitar na Casa Legislativa, o requerimento será enviado ao Executivo Municipal, que vai realizar estudos para reativar o serviço na Vila Luizão. 

Deputados elogiam Márcio Jardim e destacam adesão do PP ao governo Flávio Dino

Deputados elogiam Márcio Jardim e destacam adesão do PP ao governo Flávio Dino
Os deputados Rogério Cafeteira (PSB), Roberto Costa (PMDB) e Othelino Neto (PCdoB) elogiaram, na sessão desta segunda-feira (16), o trabalho realizado por Márcio Jardim na condição de secretário de Estado de Esporte e Lazer e, no mesmo tom, destacaram a importância de o Partido Progressista (PP) passar a fazer parte da base de apoio do governo Flávio Dino.
O líder do governo, Rogério Cafeteira, foi o primeiro a tratar do assunto, manifestando parabéns ao ex-secretário Márcio Jardim: “À frente da Sedel ele fez um grande trabalho. E tenho certeza de que, como um guerreiro, como um lutador, vai seguir seu caminho com o PT, cerrando fileiras junto ao governador Flávio Dino em 2018 e tenho certeza, também, que como um lutador ainda será agraciado com grandes vitórias”, discursou Rogério Cafeteira.
Ele fez questão, também, de fazer o registro da posse de Hewerton Carlos Rodrigues Pereira no comando da Sedel, como representante do Partido Progressista. “É com muita satisfação que vejo o PP, do meu amigo deputado Wellington do Curso, cerrando fileiras junto ao Governo do Estado e dando sua contribuição para que a gente possa realmente efetivar as mudanças que o Maranhão necessita”, frisou o líder do Governo na Assembleia Legislativa.
O deputado Roberto Costa também fez questão de ocupar a tribuna para destacar o trabalho que Márcio Jardim fez à frente da Secretaria de Esporte e Lazer. “Márcio Jardim é um companheiro nosso antigo, que sempre militou dentro do movimento estudantil, dos movimentos sociais em São Luís, apesar de nossas posições políticas sempre de lados opostos, mas sempre mantivemos o respeito e admiração. E o Márcio, eu sempre dizia que ele precisava de uma oportunidade para mostrar toda sua capacidade, a sua competência e o seu compromisso com o estado do Maranhão. E ele, como secretário de Esporte, fez um grande trabalho à frente da Sedel”, enfatizou Roberto Costa.
O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, destacou a adesão do Partido Progressista ao Governo. “Eu acho que esta decisão do deputado André Fufuca de participar agora formalmente do governo é uma decisão inteligente. É uma decisão que certamente reforçará nosso time, não só pelo potencial eleitoral do deputado Federal André Fufuca, mas pela contribuição que o PP vai dar agora indicando um dos seus quadros para a Secretaria de Esporte. E além de uma adesão no aspecto político importante, é certamente uma manifestação do deputado André Fufuca de que concorda com o novo momento pelo qual passa o Maranhão, e que deseja dar a sua contribuição oficial, participando deste novo momento para o Maranhão. E isto é motivo de alegria”, ressaltou Othelino Neto. 

Curso de Mediação Comunitária é aberto na Divineia e Sol e Mar

 
Mediação Comunitária Foto Principal
Curso de Mediação Comunitária foi aberto ontem
DSC 0014
Luiz Gonzaga falou sobre importância da mediação
DSC 0006
Diretora da ESMP saudou participantes
DSC 0030
Juan Vezulla ministrou curso
DSC 0027
Vicente Martins destacou importância do curso
DSC 0031
Treinamento prossegue até 28 de outubro
 Promovido pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), foi aberto na tarde desta segunda-feira, 16, o Curso de Formação em Mediação Comunitária, no auditório da Unidade de Segurança Comunitária, dos bairros Sol e Mar e Divineia, em São Luís. O treinamento prossegue até o dia 28 de outubro e é ministrado pelo facilitador Juan Carlos Vezzulla, uma das maiores autoridades da América Latina sobre o tema.

Compareceram à abertura o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e a diretora da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão (ESMP), promotora de justiça Ana Teresa Silva de Freitas. Também estiveram presentes os promotores de justiça Vicente de Paulo Silva Martins, da 1ª Promotoria de Justiça Comunitária Itinerante de São Luís, e Nadja Veloso Cerqueira, da Comarca de Paço do Lumiar, que participam do curso.

A capacitação é direcionada para 17 agentes comunitários, que deverão atuar no Núcleo de Mediação Comunitária do MPMA, dos bairros Sol e Mar e Divinéia. Também participam servidores e membros do Ministério Público e convidados.

Na abertura, a diretora da ESMP, Ana Teresa de Freitas, saudou os presentes, destacou o currículo do facilitador e ressaltou a importância do curso. “Tenho certeza de que este encontro será um grande aprendizado, porque serão apresentadas técnicas essenciais para a construção do Ministério Público que desejamos”, completou.

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Coelho, afirmou que a sociedade brasileira possui uma cultura litigiosa e que, por isso, o judiciário está repleto de processos. “Pequenos conflitos podem ser resolvidos de uma forma mais simples, sem a intervenção da Justiça. Temos que implementar o que está previsto no novo Código Civil, construindo a paz social e a relação harmônica entre as comunidades”.

O promotor de justiça Vicente de Paulo Martins igualmente destacou a relevância do tema e a contribuição do curso para o aperfeiçoamento da instituição. “Vamos aprender muito com este treinamento, que tem muito a contribuir com o trabalho desenvolvido no Núcleo de Mediação Comunitária”.

QUALIDADE DE VIDA

O facilitador Juan Vezzulla parabenizou o Ministério Público do Maranhão pela iniciativa de levar o conceito de Justiça a áreas carentes e periféricas de São Luís. “Estamos aqui para implementar um trabalho social, voltado para a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, acrescentou.

Ele também disse que a mediação comunitária tem como principal objetivo humanizar os relacionamentos em uma comunidade. “Não trabalhamos para desafogar o judiciário, mas para estabelecer um outro entendimento das relações sociais, um outro modo de solucionar os problemas”, concluiu.

Nascido na Argentina, Juan Carlos Vezzulla trabalha com mediação comunitária desde 1984. No Brasil, ele começou a atuar em 1987, numa organização não-governamental, em Curitiba. Fundou o Instituto de Mediação e Arbitragem no Brasil (Imab) e o Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal (Imap). Também desenvolveu trabalhos na Itália, no México e em outros países da América Latina.

Deputado Fábio Braga elogia Expoema e destaca importância da agropecuária maranhense


O deputado Fábio Braga - SD, subiu a tribuna da Assembleia ontem, para informar que no domingo, 15, participou com o Governador Flávio Dino; com o Secretário de Agricultura, Márcio Honaiser; com o Presidente da Associação dos Criadores do Estado do Maranhão - Ascem, presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago e com vários outros deputados estaduais e federais, da abertura da Expoema, na sua sexagésima edição, e que, apesar de todos os percalços enfrentados ao longo do ano, a feira estava acontecendo.
 
A economia do país já sinaliza para um resultado positivo em 2017, fazendo renascer as esperanças do povo brasileiro que é de fato a grande vitima desse desastre econômico que golpeou o Produto Interno Bruto por dois anos consecutivos, torrando 14 milhões de postos de trabalho até poucos meses atrás, levando privação, angustia e desespero à família brasileira.
Outra boa notícia é que o Maranhão também é parte ativa dessa conquista, pois, segundo estudo divulgado recentemente pelo Banco Santander, através do jornal Valor Econômico, ele terá a segunda maior taxa de crescimento entre todos os estados brasileiros, quando registrará um avanço de 3,1%, perdendo apenas para o estado do Mato Grosso, que crescerá 5%.
O parlamentar, que também é ligado às causas rurais, fez questão de ressaltar a importância que o estado assume paulatinamente dentro do setor primário da economia, pois, segundo a pesquisa, aparece entre os mais fortes, principalmente em relação à pecuária e a produção de grãos, atividades que vem ajudado muito a alavancar seu Produto Interno - festejou.
 
Fábio Braga escorou seus argumentos em números: segundo ele “Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul são responsáveis por 58% da produção nacional, mas, o Maranhão já se situa entre os 10 maiores Estados produtores de grãos, embora sua fronteira agrícola ainda esteja em formação e com imensas perspectivas de crescimento” – lembrou.
Já na produção de carnes – prosseguiu, “o rebanho bovino do estado aparece numa posição invejável perdendo nacionalmente apenas para o estado do Mato Grosso que tem mais de trinta milhões de cabeças de gado, e regionalmente para a Bahia, que possui algo em torno de nove e milhões e meio de cabeças de gado, estando o Maranhão muito perto dessa meta, com seus sete milhões de cabeças e com muito espaço para crescer” – festejou.
 
O parlamentar disse também que além da pecuária bovina, o estado ainda desenvolvia a caprinocultura e avicultura, a ovinocultura e a piscicultura, atividades com muito potencial de crescimento principalmente para a pequena e média produção, haja vista que novas tecnologias estão sendo incorporadas aos processos produtivos com bons resultados - anotou.
 
Frisou que na conversa de teve com o governador Flávio Dino, tratou da importância da Expoema nessa trajetória ascendente que a atividade agropecuária do estado experimenta, ficando evidente que o Maranhão não pode deixar de contar com uma vitrine como essa, se deseja prosseguir mostrando seu dinamismo agropecuário.
 
Fábio Braga concluiu dizendo que o governador garantiu que “a mostra continuará a acontecer, dado o potencial que ela reúne para alavancar vários negócios simultaneamente, já que é capaz de reunir no mesmo espaço expositores do setor primário, da área comercial, da área industrial com seus insumos, máquinas e equipamentos, e da atividade portuária, pois o Porto do Itaqui se fazia presente com um stand, mostrando o quanto ele é importante dentro de um processo de desenvolvimento” - concluiu o parlamentar.

Deputado Weverton Rocha visita 60ª Expoema

Educação para o trânsito lúdica e eficiente no Stand do Detran-Maranhão. Este foi o principal atrativo que o deputado Weverton Rocha destacou em sua visita a festa de Abertura da 60ª Expoema. O espaço, montado em uma área de 45m² vai funcionar durante toda a semana e fica logo na entrada do Parque. No estande, o visitante tem acesso a serviços do Departamento (renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), coleta da foto digital para a nova carteira, solicitação de adição de categoria, inclusão de Exercício de Atividade Remunerada (EAR) na CNH, pedido de Permissão internacional para Dirigir (PID) e alteração de dados no Sistema do Departamento), pode se inscrever no Programa Moto Legal, experimentar o Simulador de Direção Veicular e se divertir com o super Robô Stayner e a Fadinha Bibi.
Além do formato de feira de produtores e da realização de grandes shows, o espaço da Expoema se propõe ao papel de formador, para tanto serão oferecidos mais de 80 cursos e treinamentos, visando agregar tecnologia e conhecimento. O governador destacou a importância da atividade agropecuária para o crescimento do estado, que tem taxa estimada cinco vezes maior que a média nacional, em grande parte devido a esse setor.
Ele reforçou o apoio que o governo estadual vem dando à Expoema e outros eventos. “A Expoema é uma instituição maranhense consolidada. Todos os eventos empresariais do campo e da cidade contam com o apoio do nosso Governo e com a Expoema não poderia ser diferente, que hoje está sendo aberta e tenho a segurança de que será uma das melhores edições de todos os tempos”, disse.

OLHO D'ÁGUA DAS CUNHÃS - Município e Câmara estão obrigados a adequar Portal da Transparência

 
Mapa Olho DAgua das Cunhas

 Atendendo pedido formulado em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou, em caráter liminar, no dia 22 de setembro, a implementação, no prazo de 60 dias, dos portais da transparência do Executivo e do Legislativo do município de Olho d'Água das Cunhãs. Ajuizou a ação a promotora de justiça Gabriele Gadelha Barboza de Almeida.

O MPMA constatou a ausência de alimentação e de gerenciamento técnico dos portais da transparência do Município e da Câmara de Vereadores, assim como a ausência de ferramentas que possibilitem o atendimento de pedidos de informação previstos na Lei de Acesso à Informação (Lei nº. 12.527/11).

Antes de ajuizar a ACP contra o Município e a Câmara de Vereadores, a Promotoria de Justiça da Comarca de Olho d'Água das Cunhãs tentou uma solução extrajudicial para a questão. Porém, os portais continuaram irregulares.

Em caso de descumprimento, a Justiça estipulou o pagamento de multa diária, a ser paga pessoalmente pelo prefeito e pelo presidente da Câmara de Vereadores, no valor de R$ 1 mil.

O município de Olho d'Água das Cunhãs fica localizado a 296 km de São Luís.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Vereador Cézar Bombeiro vai inaugurar a Escola de Música coronel Carlos Augusto Castro Lopes

aldir
Está marcado para o  dia (27) de outubro, ás 18 hrs, na rua Corrêa de Araújo, 207, na sede do grupo "Despertar da Liberdade" a inauguração da Escola de Música, Coronel Carlos Augusto Castro Lopes, iniciativa da comunidade do bairro da Liberdade para prestar uma importante homenagem ao militar falecido há poucos meses e que alimentava criar uma escola de música na Liberdade, que sempre dentro das suas aspirações de realização, chegava a dizer que na comunidade estão grandes talentos que precisam apenas de oportunidade para desencantar.
O saudoso coronel Carlos Augusto Castro Lopes
             O coronel Carlos Augusto foi quem criou a Escola de Música Do-Ré-Mi, dentro da Policia Militar, para oferecer oportunidades de aprendizado para jovens e adolescentes de comunidades carentes, que tinham aspiração, mas lhes faltavam oportunidades. Diante desse legado e a realização de um sonho, o vereador Cézar Bombeiro e a Associação Desportiva, Recreativa e Social – ADECRESS, uniram esforços para a criação da escola, contando com a participação de muitas pessoas da comunidade, que conhecem a história e que têm filhos e parentes na Escola de Música da PM.
            Uma escola, qualquer que seja ela, criada com objetivos de formação profissional e cidadania é um verdadeiro desafio, principalmente quando vem de sonhos para exercer um papel de transformação em uma comunidade. Esse é o grande compromisso da Escola de Música Coronel Carlos Augusto Castro Lopes, que nasce de uma luta comunitária com a consciência, que mudança vem com a educação para a formação de cidadania, afirma Cézar Bombeiro.