sexta-feira, 17 de novembro de 2017

ITAPECURU-MIRIM - Projeto do MPMA "Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão" premia alunos de escolas públicas

 A 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim realizou na terça-feira, 14, a solenidade de premiação dos vencedores do projeto "Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão" do Ministério Público do Maranhão.

O projeto tem o objetivo de orientar o cidadão sobre como fiscalizar o uso correto do dinheiro público no seu município e como denunciar as irregularidades encontradas.

Lançado em junho de 2017, o “Combate à Corrupção: Capacitando o Cidadão” foi executado em três vertentes: educação (palestras e concurso de redação); capacitação (para vereadores, conselheiros municipais e líderes comunitários); e escolha e capacitação de jovens (para a interlocução das comunidades com a Câmara e o poder público). Participaram estudantes de três escolas da rede municipal de Itapecuru-Mirim: Unidade Itapecuru, Manfredo Viana e Mariana Luz

Após as palestras, o tema combate à corrupção foi abordado nas escolas por uma equipe pedagógica, culminando com a produção de redações. Os três primeiros alunos premiados ganharam tablets e uma viagem a São Luís no dia 27 de novembro, para conhecer a Procuradoria Geral de Justiça, Tribunal de Contas do Estado e Tribunal de Justiça do Maranhão.

Para a promotora de justiça Flávia Valéria Nava Silva, titular da 1º Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim e idealizadora do projeto, o resultado foi extremamente positivo e superou as expectativas. “As redações revelaram que todo o trabalho feito pela equipe pedagógica, pelas palestras ministradas por mim e pela juíza da comarca alcançaram seu intento. Isso mostra que a escola pública pode, sim, dar bons frutos. Basta semear o amanhã, que os frutos vêm”, comemorou.

O projeto teve apoio de instituições como Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, Ministério Público de Contas do Maranhão, Câmara Municipal, Secretaria Municipal de Educação e Instituto Sociedade População e Natureza (ISPN).

Os estudantes premiados da Escola Mariana Luz do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental foram Jennifer Gabriela Carvalho Barbosa (1º lugar); Sarah Dalila Mendes Barbosa (2º lugar) e Rayssa Mayse Mendes Bandeira (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Camille Vitória Mendes Sousa de Amorim (1º lugar); Anderson Gomes Freitas (2º lugar) e Marcelle Virgínia Ribeiro Bispo (3º lugar).

Os estudantes premiados da Escola Manfredo Viana do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental foram Gerlainy Borges Cardoso (1º lugar), Janiely A. Ribeiro Barbosa e Joana Santos Sousa (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Cynthia Nascimento Rodrigues (1º lugar), Tiago da Silva Nascimento (2º lugar) e Ingrid Beatriz Marinho Assunção (3º lugar).

Da escola Unidade Itapecuru, os estudantes premiados do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental foram Maria Clara Felipe da Silva (1º lugar) e Maria Clara Lopes Rodrigues (2º lugar). Do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental os escolhidos foram Isabelle Martins Campos (1º lugar), Cleane Everllyn S. Leitão (2º lugar) e Ingryd Damiana Santos Pereira (3º lugar). Do 8º e 9º anos do Ensino Médio foram selecionados Gabriel Wanderson dos Santos da Conceição (1º lugar), Francisca dos Santos (2º lugar) e Ranyele Lorrayna Luiz de Oliveira (3º lugar).

Como parte da solenidade de premiação, houve leitura de poesias e redações relacionadas ao tema e apresentações culturais, com simulação de júri, teatro e um programa jornalístico com foco no combate à corrupção

Promotora Ana Teresa Freitas é reconduzida ao cargo de diretora da Enamp

Na quinta-feira, 16, a promotora de justiça Ana Teresa Silva de Freitas foi reconduzida para a direção da Escola Nacional do Ministério Público (Enamp) para o biênio 2018-2019. A escolha foi feita durante a reunião do Colégio de Diretores de Escolas e Centros de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional dos Ministérios Públicos do Brasil (CDEMP), a última do ano de 2017, realizada na sede do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em Florianópolis.
Participaram da reunião 24 componentes do CDEMP, entre diretores de escolas e centros de estudos dos Ministérios Públicos estaduais, do Ministério Público da União e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.
O atual mandato de Ana Teresa Freitas encerra em março de 2018. A promotora de justiça - que também dirige a Escola Superior do Ministério Público do Maranhão (ESMP) - chefiará a Enamp por mais dois anos
Na direção da escola nacional, Ana Teresa Freitas será auxiliada por André Mauro Azevedo, promotor de justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), escolhido para o cargo de diretor-adjunto. André Mauro Azevedo é o atual presidente do CDEMP, cargo que deixa em março para assumir as atribuições na Enamp.
Sobre a recondução, a diretora informou que dará continuidade ao trabalho que vem desenvolvendo com a promoção de cursos de formação, como o de aperfeiçoamento dos agentes políticos do MP brasileiro, promovido em convênio com a Universidade Estadual Paulista (Unesp). “A nossa perspectiva é excelente. Daremos continuidade à capacitação nacional, para o fortalecimento das escolas do Ministério Público brasileiro”, enfatizou.
Ana Teresa Freitas também agradeceu o apoio que recebeu dos integrantes do colégio, da escola nacional e do Ministério Público do Maranhão. “Parabenizo e agradeço a todos que integraram a diretoria do CDEMP e da Enamp. Agradeço igualmente o essencial apoio do procurador-geral de Justiça do MPMA, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e de todos os colegas do MPMA e do MP brasileiro”.

“Percebemos no olhar a necessidade das pessoas”, diz enfermeiro da Fesma que percorre povoados isolados

 O enfermeiro Elton faz trabalho de prevenção também. (Foto: Jeferson Stader)
O enfermeiro Elton faz trabalho de prevenção também. (Foto: Jeferson Stader)
Pela primeira vez na vida, maranhenses que vivem em povoados isolados e distantes dos grandes centros estão recebendo a visita de médicos em casa. É a Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma), lançada há menos de dois anos pelo Governo do Estado e que já chegou a 667 mil atendimentos.
A Fesma atua no Plano Mais IDH, que busca elevar a qualidade de vida nas 30 cidades menos desenvolvidas do Estado.
“A gente percebe no olhar, numa visita, a real necessidade daquela pessoa. O trabalho fundamental da gente é da prevenção da doença, um olhar mais humanizado, com mais carinho, com mais cuidado”, afirma o enfermeiro Elton Filipe de Oliveira.
Ele e os colegas percorrem centenas de povoados para atender os pacientes, superando desafios como a distância e acessos precários.
A Força tem como foco prestar assistência aos que mais precisam. Os 120 profissionais da Força, que residem nas 30 cidades atendidas, trabalham para promover a diminuição da mortalidade infantil e materna e dos agravos provocados pela hipertensão e diabetes. Eles também identificam e tratam os pacientes com hanseníase.
Continuidade
 Crianças e adultos são atendidos pelos profissionais da Fesma. (Foto: Jeferson Stader)
 
O trabalho é acompanhado pelas equipes locais de profissionais de saúde das Estratégias de Saúde da Família (ESF) e da Atenção Básica, para que o município possa dar prosseguimento aos tratamentos.
“Nosso atendimento vem a somar com as equipes que já existem no município, dando uma força e colocando a presença do Estado dentro das cidades”, diz a psicóloga Ezalina Santos de Souza.
As cidades que têm equipes da Força Estadual de Saúde são: Afonso Cunha, Amapá do Maranhão, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Araioses, Arame, Belágua, Brejo de Areia, Cajari, Centro Novo do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Fernando Falcão, Governador Newton Belo, Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Lagoa Grande do Maranhão, Milagres do Maranhão, Pedro do Rosário, Primeira Cruz, São João do Carú, Satubinha, Marajá do Sena, Santa Filomena, Santana do Maranhão, São Francisco do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Santo Amaro do Maranhão, São João do Sóter e Serrano do Maranhão.

Missa dos Quilombos une fé e resistência para marcar Dia da Consciência Negra

    Celebração é ato de fé e resistência contra a violência e o preconceito. (Foto: Divulgação)
 
Unindo fé e resistência, foi realizada no fim de tarde desta quarta-feira (15) a Missa dos Quilombos, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, localizada na Rua do Egito, Centro de São Luís. A celebração, que chegou a sua quinta edição, é alusiva ao Dia da Consciência Negra, comemorado no próximo dia 20.
Realizada pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), a missa contou com apoio do Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).
Com música e ritmo, a missa foi um momento de reflexão sobre a trajetória do povo negro desde a escravidão até os dias atuais. A ideia é combater a violência e o preconceito por meio da comunhão de diferentes povos na eucaristia.
Por meio da missa, a aposentada Maria da Conceição Fernandes viu o preconceito como um tipo de egoísmo que oprime o povo negro. “A missa serviu para que abríssemos os olhos para os sofrimentos humanos, tanto por parte do preconceito quanto por qualquer outro tipo de violência. A evolução humana deve vir de dentro, já que a maldade e o egoísmo partem do interior”, disse.
A liturgia foi pautada na religiosidade de matriz africana e na cultura popular maranhense, com a participação do Tambor de Crioula do Oriente, Tambor de Crioula Arte Nossa e dos grupos Marabatuk, Africanidades e Yluguere.
Segundo o produtor cultural Raydenisson Sá, a Missa dos Quilombos é uma celebração do ministério pascal onde Jesus Cristo está vivo através dos elementos da cultura negra. Para ele, a missa é ao mesmo tempo protesto e em um ato de fé.
“O mês da Consciência Negra foi escolhido para a realização da Missa dos Quilombos, pois é um clamor de uma sociedade que quer se ver livre de preconceitos e intolerâncias. A missa serve para nós combatermos atitudes que ferem e machucam o outro, para que finalmente cheguemos a real evolução”, declarou.
Consciência Negra
A Missa dos Quilombos abre outras atividades que fazem parte da programação do Dia da Consciência Negra. Nesta sexta-feira (17), a Praça do Reggae, localizada no Centro Histórico de São Luís, recebe uma programação especial em alusão ao dia 20 de novembro.
Na segunda-feira (19), a programação será na Casa do Maranhão com o melhor da cultura afro-maranhense. Já na próxima sexta-feira (24), a Praça Negro Cosme, localizada no bairro Fé em Deus, terá uma programação especial recheada de shows e atrações culturais.

Informaçoes da Câmara municipal de São Luís

 
Aprovado desde o dia 19 de setembro pelo plenário da Câmara Municipal de São Luís, que ainda não houve qualquer manifestação do prefeito Edivaldo Holanda, encontra-se um requerimento de autoria do vereador (PSD), pede que a concessão do auxilio-transporte para os servidores públicos da municipalidade, seja idêntica a dos servidores públicos estaduais e federais. Ele é consignado em valores e inserido no contracheque, deixando a responsabilidade da utilização pelo próprio servidor.
        A realidade da Prefeitura de São Luís a concessão do benefício é feita através de cartão de transporte. O servidor que não utilizar o seu crédito durante o mês de trabalho, os créditos são acumulados. Subtende-se que ao conceder o crédito ao servidor público, a Prefeitura de São Luís, naturalmente faz o devido pagamento ao Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos.
       “Diante dessa realidade, em que muitos servidores municipais acumulam crédito, havendo casos de funcionários com até com quatro mil reais acumulados em cartões, significa que os valores, que poderiam servir de benefício aos funcionários, principalmente com as dificuldades que enfrentam, acabam se constituindo um fundo bastante compensador para os proprietários de empresa,  em detrimento de um direito do servidor público”, destaca Cézar Bombeiro.
       O vereador assinala, que o seu requerimento visa a que o prefeito de São Luís, faça como os governos estadual e federal  que concedem o auxilio-transporte em dinheiro no contracheque. Segundo ele, “a pratica atualmente utilizada pela municipalidade, visa unicamente beneficiar os donos de empresas, além de que o servidor público vai acabar sendo totalmente prejudicado, uma vez que a tendência é que os créditos acabem sendo incorporados definitivamente pelos empresários, o que é bastante lamentável”.
Sindicatos das categorias de servidores públicos municipais, estudam ingressar na justiça, tendo como respaldo e referências os governos estadual e federal, diz Cézar Bombeiro, relatando ter sido informado por algumas lideranças sindicais.
Silvino Abreu cobra a instalação de um
semáforo perto da antiga Casa Inglesa
 
O vereador Silvino Abreu (PRTB) protocolou requerimento na Câmara Municipal, solicitando que a Prefeitura – por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT)- instale, com a máxima urgência, um semáforo nas imediações do Centro de Ensino Médio (CEM) Professor Fernando Perdigão (antiga Casa Inglesa).
 
No pedido que será encaminhado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior e ao secretário da SMTT, Canindé Barros, o vereador do PRTB esclarece que o semáforo está sendo cobrado por milhares de pedestres que circulam nas proximidades da Antiga Casa Inglesa, especialmente os moradores da Liberdade e do Monte Castelo.
 
Recentemente, Silvino Abreu visitou o Monte Castelo e a Liberdade, recebeu reclamações dos moradores e constatou que a ausência do semáforo provoca acidentes de trânsito, com dano materiais e até o atropelamento das pessoas que atravessam a Avenida Getúlio Vargas, onde o trânsito flui e alta velocidade.          
 
Silvino Abreu acredita que o prefeito e o secretário atenderão ao pleito e mandarão instalar o semáforo.  Além da escola, perto da antiga Casa Inglesa também funcionam clínicas médicas que atendem centenas de pessoas, especialmente idosos e crianças que correm risco de vida ao atravessar a avenida.    
 
Pavão Filho recebe homenagem
no Dia Municipal do Radiologista  
 
O vereador Pavão Filho (PDT) foi homenageado pelos radiologistas de São Luís com a placa de Honra ao Mérito pelos bons serviços prestados à categoria. A homenagem ocorreu dia 8 de novembro, data em que é comemorado o Dia Municipal do Radiologista, criado através da Lei nº 5.978, de 08 de junho de 2015,  de autoria do parlamentar.  
 
Considerado pelos radiologistas com seu representante no parlamento municipal, Pavão recebeu ainda categoria o Certificado de Gratidão e Agradecimento e o Certificado pela Participação da Mesa no IV Encontro dos Profissionais das Técnicas Radiologistas, por suas conquistas a favor da Radiologia de São Luís.
 
Pavão Filho, que tem trabalhando muito em beneficio da categoria, sendo inclusive autor da Lei nº 6.114/2016 que dispõe sobre requisitos para a aplicação das atividades inerentes aos tecnólogos, técnicos e auxiliares em radiologia.  
 
São Tecnólogos e Técnicos em Radiologia os profissionais, que executam as técnicas: 
I - radiológicas, no setor de diagnósticos;
II- radioterápicas, no setor de terapia;
III- radioisotópicas, no setor de radioisótopos;
IV - industriais, no setor industrial.
V- de medicina nuclear.
 
A Lei Municipal Nº 6.114/2016 torna obrigatório no âmbito municipal, os diplomas de Tecnólogo e Técnico em Radiologia para a operação de equipamentos emissores de radiação ionizante ou campo eletromagnético, assim como, o uso de EPI's de proteção radiológica.